MotoGP: Pirro fica no hospital sob observação

  • Redação Autoportal
Michele Pirro sofre violento acidente em Mugello

Michele Pirro vai ficar hospitalizado para observação depois do violento acidente que sofreu nesta sexta-feira nos Treinos Livres para o GP de Itália de MotoGP. O piloto italiano sofreu várias mazelas (traumatismos), mas os últimos exames realizados não detetaram situações preocupantes (neurólogicas).

A Ducati comunicou nas redes sociais que os primeiros exames no centro médico do Circuito de Mugello diagnosticaram um traumatismo e um ombro deslocado que foi colocado no sítio e que a TAC realizada já num hospital de Florença não registou mais complicações.

A equipa italiana informa também que “Pirro permanecerá no hospital durante a noite sob observação, pelo menos até amanhã [sábado] de manhã”.

Michele Pirro é piloto de testes da Ducati e recebeu um «wild card» para correr no GP de Itália deste fim de semana, a sexta corrida do Mundial de MotoGP.

O italiano sofreu uma violenta queda na segunda sessão de treinos livres tendo perdido a consciência no acidente e recuperando-a ainda no centro médio da pista antes de ser transportado para o hospital, mas sem se lembrar do que tinha acontecido.

Michele Zasa, médico oficial do MotoGP, especificou as lesões reforçando também a perspetiva da inexistência de problemas de maior do que os já detetados: “Pirro sofreu um traumatismo craniano com comoção cerebral e depois recuperou. A coluna vertebral parece bem, assim como o resto da situação neurológica. Em 99 por centos dos casos, a perda de memória nesta situação é normal. A TAC está negativa, está tudo sob controlo.”

“Há apenas um pequeno derrame abdominal, mas nada de preocupante”, acrescentou Zasa citado pela «Gazzetta dello Sport» referindo um "pulso magoado que não esta fraturado” e a tal “deslocação do ombro direito que foi colocada no sítio logo no centro médico”.

O médico confirmou também que Pirro “passará a noite no hospital e depois será avaliado para a sua eventual libertação” com a respetiva alta.

Comentários

Veja mais