Moto2: Oliveira conquista pole, perde e retoma

Miguel Oliveira
Miguel Oliveira. Foto: Facebook Miguel Oliveira

O português Miguel Oliveira viu-se confrontado com uma confusão no final da prova de Moto2 em Aragão. Foi o mais rápido, conquistando a pole position, mas a organização achou que tinha excedido os limites da pista e passaram a posição para Pasini. Revista a prova, voltaram a entregar a Oliveira o título.

Mattia Pasini ficou com a pole position mas não mais do que alguns minutos. Os fiscais voltaram a analisar a prova do português e concluíram que não houve problema algum e, por isso, devolveram-lhe a posição de honra.

Ao início da prova, as temperaturas continuavam altas, céu aberto e sol. Começou por ser Mattia Pasini a ter o melhor tempo, com Marcel Schortter, Álex Márquez, Takaaki Nakagami e Sandro Cortese logo atrás.

Pouco passou para que Márquez superasse o número e se instalasse na frente. Assim, a ordem prevista era Márquez, Morbidelli, Pasini, Schrotter e, a fechar o cinco, Miguel Oliveira, que começava a mostrar grande prestação na pista.

Thom Lüthi continuava apagado, chegando mesmo a bater a 13ª posição durante a classificação e agora a sexta, quando faltavam 20 minutos apenas para o encerramento da sessão.

Com várias idas à box durante as atividades entre vários pilotos, Márquez mantinha a 15 minutos do fim a liderança, que acabou por perder pouco depois, com curtas diferenças entre os vários elementos que figuravam no top 5.

Foi mesmo na reta final que as coisas começaram a mudar, a favor do português Oliveira. Em primeiro lugar, Pasini assumiu a liderança, mas Miguel Oliveira não se deixou intimidar e deu tudo o que podia para tomar-lhe o lugar, assumindo uma pole provisória de 1 minuto, 53 segundos e 736.

Já nada mudou até terminar a sessão na pista. Oliveira ficou mesmo com o melhor tempo – embora tenha passado pela confusão com os fiscais da prova – seguido de Pasini e Márquez, que seguram a primeira fila na corrida de domingo.

Comentários

Veja mais