Jorge Lorenzo: "Ajudarei o Dovizioso se puder"

Jorge Lorenzo e Andrea Dovizioso - São Marino
Jorge Lorenzo e Andrea Dovizioso - São Marino

Jorge Lorenzo (Ducati) está disposto a ajudar o seu companheiro de equipa, Andrea Dovizioso, durante o GP de Valência.

O piloto italiano está a 21 pontos de distância do líder e rival direto na luta pelo título, Marc Márquez (Honda) e precisa de vencer a corrida, além de ter de contar (no mínimo) com um 12.º lugar do espanhol.

As probabilidades de sucesso de Dovizioso são poucas, mas existem e Jorge Lorenzo mostrou-se disponível para dar uma ajuda.

“Sim, claro que ajudo”, afirmou Lorenzo. “Digo-o desde o início do campeonato, porque os jornalistas questionaram-me sobre isso desde cedo. Na altura disse que era muito cedo para responder, agora já não é”, frisou.

 

“É muito difícil fazer algo para ajuda-lo porque o Márquez está numa situação melhor que o Dovi[zioso], mas claro que darei uma vista de olhos no quadro e no meu painel para saber se estou em posição de lutar vela vitória. Compreendo a importância do título, mas é muito difícil para mim fazer alguma coisa", sublinhou.

Em Valência, Lorenzo terá a derradeira oportunidade de garantir a sua primeira vitória na Ducati esta época, mas o tricampeão sabe que além de contar com uma forte concorrência no Circuito Ricardo Tormo, o passado da Ducati também não é favorável.

“Tenho ótimas recordações desta pista, especialmente em MotoGP – Não era verdadeiramente competitivo noutras classes, mas em MotoGP comecei a vencer em 2010,2013,2015 e no ano passado", explicou.

 

"É uma das melhores pistas em Espanha mas a Ducati tem lutado aqui no passado, mesmo tendo o Casey Stoner. É uma pista muito lenta e tem algumas curvas apertadas, o que não ajuda a nossa moto".

Ainda assim, o espanhol acredita que tem hipóteses no último Grande Prémio da temporada 2017.

“Penso que a nossa moto melhorou um pouco nessa área e agora sinto-me cada vez melhor com ela, mais confortável e em Sepang compreendemos algumas coisas que talvez nos ajudem aqui. Estamos muito motivados para esta corrida e esperamos conseguir o que queremos com esta moto”, concluiu.

Comentários

Veja mais