Rossi teme dificuldades no GP do Japão

| MotoGP
Valentino Rossi
Valentino Rossi
partilha

No GP de Aragão, o mundo testemunhou um feito inacreditável. Com uma perna partida, Valentino Rossi (Yamaha) cruzou a meta em quinto lugar deixando claro que ainda tem muito para dar apesar dos seus 38 anos. Já diz o provérbio: "Velhos são os trapos" e o italiano não podia ter mostrado isso de melhor forma. Contudo, o circuito que aí vem pode ser mais complicado para o carismático piloto. 

Há mais curvas à direita. Aragão foi bom para mim, porque tem muitas à esquerda. Um pouco como Phillip Island. Talvez aqui possa ter mais problemas”, explicou. "As travagens são também mais difíceis, porque com menos força na perna, tenho que forçar mais com o ombro”

Rossi acrescentou ainda que o facto de não ser capaz de treinar como normal para a ronda japonesa, contribuiu para não estar em plena forma física.

"Não estou a 100%”, frisou."Infelizmente, não posso fazer o meu treino normal. Não posso correr, por isso terei que fazer algo diferente".

No entanto há esperança para Rossi, que garante sentir-me melhor agora que passaram dois meses desde o seu acidente.

"Ainda há um pouco de dor, mas sinto capaz de competir. De qualquer forma, a perna está em melhor estado do que em Aragão.

Velentino Rossi está no 5.º lugar do campeonato com 168 pontos, a 56 pontos do líder do campeonato, Marc Márquez (Honda).

Maverick Viñales é a grande aposta da Yamaha. O espanhol está no 3.º lugar do campeonato com 196 pontos, menos 28 que Márquez.

Comentários

Veja mais