ERC chega ao fim e para Bruno Magalhães “tudo pode acontecer”

Bruno Magalhães
Bruno Magalhães

O Europeu de Ralis chega ao fim no próximo fim de semana com a decisão do título a ser feita na Letónia e a dupla portuguesa Bruno e Hugo Magalhães ainda com hipóteses de chegar ao título.

Bruno Magalhães entra para o derradeiro rali da época com menos 24 pontos do que

Kajetan Kajetanowicz. E o português do Skoda Fabia tem outra desvantagem em relação o piloto do Ford Fiesta: não conhece este rali.

Mas “quer seja o título de campeão ou [de] vice-campeão” que conquiste, Bruno Magalhães já se sente vitorioso: “Quando fiz a primeira prova da época, nos Açores, estava longe de imaginar este maravilhoso percurso que temos vindo a fazer.”

“Ter a oportunidade de fazer a época completa e de ter conseguido deixar para o último rali a decisão do título é, simplesmente, espectacular. O título de vice-campeão já tem sabor a vitória e já é um enorme orgulho dadas as condições em que fizemos toda a época. Por isso, a pressão não está do nosso lado, vamos fazer o nosso trabalho e esperar para ver”, referiu em comunicado.

Bruno Magalhães espera um Rali da Letónia com “troços muito rápidos e com condições atmosféricas adversas”. “Espera-se chuva. Para além disso, os pilotos locais são sempre os favoritos neste rali. Mas, tudo pode acontecer”, afirmou o português preparado para qualquer resultado: “Se não estivéssemos aqui nunca saberíamos o que poderia acontecer. Por isso, é seguir em frente e no final juntarmo-nos à grande festa de encerramento do Campeonato.”

Comentários

Veja mais