Moto2: Fenati foi desclassificado, suspenso e agora despedido

  • Redação Autoportal
Romano Fenati (Lusa)
Romano Fenati (Lusa)

Romano Fenati foi despedido na sequência do comportamento tido durante a Corrida de Moto2 do GP de São Marino.

A Marinelli Snipers Team anunciou o despedimento do piloto italiano frisando que não desculpa o comportamento “antidesportivo e perigoso” que Fenati teve numa acesa disputa em pista com Stefano Manzi.

“Aqui estamos. Agora podemos comunicar que a Marinelli Snipers Team irá terminar o contrato com o piloto Romano Fenati, a partir de agora, pela sua conduta antidesportiva, perigosa e danosa para a imagem de todos. Com imensa pena, temos de frisar que o seu ato irresponsável colocou em risco a vida de outro piloto e não pode ser desculpado de nenhuma forma. O piloto, a partir deste momento, não participará em mais quaisquer corridas com a Marinelli Snipers Team. A equipa, Marinelli Cucine, Rivacold e todos os outros patrocinadores e as pessoas que sempre o apoiaram pedem desculpa a todos os adeptos do Campeonato do Mundo.”

Na parte final da Corrida de Moto2 do GP de São Marino deste domingo, a luta entre Fenati e Manzi pelo 12.º lugar deixou os dois pilotos de fora. Manzi acabou não conseguir chegar ao final com a sua moto; Fenati foi excluído da Corrida sendo-lhe exibida a bandeira preta.

Manzi foi punido com seis lugares na grelha de partida por ter dado um toque na moto do adversário. Fenati foi castigado com duas Corridas de suspensão (Aragão e Tailândia) por ter posto a sua mão na manete do travão da moto de Manzi – numa punição para "pilotagem irresponsável" que foi considerada como insuficiente por outros pilotos.

Depois da desclassificação e da suspensão Fenati ficou agora sem equipa no Mundial de Moto2 a ser despedido.

VEJA TAMBÉM:

Moto2: Romano Fenati mostra atitude irresponsável em Misano

Moto2: Romano Fenati foi suspenso por duas corridas

Moto2: Miguel Oliveira é segundo em São Marino

Miguel Oliveira: "Minimizei as perdas do campeonato"

MotoGP: Dovizioso acaba com o jejum de vitórias da Ducati em Misano

Comentários

Veja mais