Liberty Media quer revolucionar a Fórmula 1

GP da Áustria
GP da Áustria
partilha

A Liberty Media quer mudar a dinâmica da Fórmula 1. Depois de algumas alterações impostas– umas mais polémicas que outras – a proprietária da modalidade vira as atenções para o espetáculo e tem na configuração dos circuitos a chave para a mudança radical.

Em entrevista à Motorsport.com, Ross Brawn diretor desportivo da F1, garantiu que a Liberty Media já está a trabalhar junto de alguns circuitos — não foram revelados quais — para torná-los mais exigentes. As mudanças não se ficam pelo traçado, mas também no próprio asfalto. Uma das ideias de Brawn é fazer com que pistas de asfalto menos abrasivo sejam modificadas para proporcionar níveis distintos de performance e desgaste dos pneus.

 “O programa aerodinâmico está a acelerar, e o trabalho no desenvolvimento dos circuitos está a decorrer ao mesmo tempo. Já nos reunimos com alguns responsáveis de circuitos sobre possíveis mudanças para melhorar as corridas”, assumiu Brawn.

Contudo, o diretor desportivo relembrou uma premissa: ultrapassagens frequentes não significam necessariamente corridas mais empolgantes.

“Começámos a analisar os nossos arquivos. Quais foram os períodos em que houve mais ultrapassagens? Existem pistas onde há mais ultrapassagens? Daí pode-se fazer uma análise estatística”, explicou.

 “É necessário parar e pensar sobre o que é uma boa corrida, e são dois carros em disputa. É um pouco mais complexo do que o número de ultrapassagens”, acrescentou.

Comentários

Veja mais