Vettel aponta despeito a Alonso, espanhol chama “idiota” a Magnussen

Fernando Alonso - GP Malásia
Fernando Alonso - GP Malásia

Sebastian Vettel fez um GP da Malásia de grande nível partindo de último e terminando em quarto lugar, mas o piloto alemão da Ferrari esteve também em alguns dos momentos mais quentes da corrida deste domingo.

O mais quente de todos terá sido já depois de cortada a meta, quando o seu Ferrari e o Williams de Lance Stroll bateram na volta de desaceleração. Vettel considerou o incidente com o canadiano como “desnecessário”, mas os danos no seu carro podem levar à trica da caixa de velocidades. E, isso, trará penalizações...

Mas enquanto Vettel ainda espera por saber as consequências deste caso, que passou sem ação dos comissário, houve outros episódios que, ficaram fechados em Sepang, mas que também não passaram ao lado da corrida.

E foram desabafos em pista durante o calor da corrida e que as comunicações rádio difundiram para quem quis ouvir. E, depois, as respetivas reações, já fora dos carros.

Quando Vettel perseguia Daniel Ricciardo para atacar o terceiro lugar, um dos carros a serem dobrados era o de Fernando Alonso. O alemão da Ferrari queixou-se que o espanhol o atrasou e, em pista, tanto se viu o seu gesto de reprovação, como as palavras de Vettel se fizeram ouvir: “Então Alonso... A sério?... Pensei que não fosses assim...”

À comunicação social, o tetracampeão germânico disse que deveria ser o espanhol a dar explicações, mas não deixou de lançar uma farpa ao piloto da McLaren: “Ele vê bandeiras azuis e vê os carros que vêm. Sabe-se que não gosta da Ferrari e decidiu ajudar um pouco o Daniel.”

“É claro que dentro do carro ficamos chateados porque estamos a lutar com quem está à frente e a esse ele deixou passar”, afirmou Vettel à «Movistar+» segundo relata o «Soy Motor».

Alonso deu as suas explicações e, frisando que ainda não tinha visto as imagens, garantiu igualdade de critérios: “Tentei não prejudicar qualquer um dos dois.”

Já em relação a Kevin Magnussen, o espanhol não só não foi pacificador como atacou o piloto da Haas por falta de «fair-play». Alonso e o dinamarquês disputavam o 13.º lugar com o McLaren a ultrapassar o Haas na Curva 1. Na resposta para recuperar a posição na Curva 2, Magnussen deixou pouco espaço para Alonso passar e o espanhol teve de desviar-se para conseguir manter-se na frente.

“Que idiota. O Hulkenberg tinha razão!”, afirmou o bicampeão espanhol em referência ao que o alemão da Renault tinha dito a Magnusse na Hungria: “És o piloto mais antidesportivo da grelha.”

Já em declarações aos jornalistas, Alonso fez questão de corroborar as acusações de falta de «fair-play» por parte do dinamarquês da Haas: “Os pilotos estão de acordo quanto à sua forma se pilotar. Por isso, são 19 contra um.”

Comentários

Veja mais