Vettel e Stroll explicam choque com a corrida terminada

Sebastian Vettel - Ferrari
Sebastian Vettel - Ferrari

Decorrida já a volta de desaceleração após a bandeira de xadrez do GP da Malásia e Lance Stroll (8.º) e Sebastian Vettel (4.º) protagonizaram um incidente insólito chocando e deixando o Ferrari destruído no lado esquerdo da traseira.

Os comissários da corrida não responsabilizaram qualquer dos pilotos pelo incidente e, no rescaldo, Vettel afirmou que Stroll não o viu enquanto o canadiano descartou qualquer intenção de um deles.

O alemão explicou que foi para o lado exterior da pista para aproveitar a borracha: “Acho que o Lance não estava olhar e queria fazer o mesmo.” “Foi tarde de mais, eu já lá estava, chocámos, o que era completamente desnecessário.”

Stroll explicou que “estava a guiar mito devagar de volta ao pit lane”. “Foi um incidente muito estranho, não foi intencional por parte de qualquer um de nós", afirmou o piloto da Williams.

O forte embate que deixou a roda esquerda traseira do Ferrari em cima do capot do motor pode significar que Vettel seja obrigado a trocar componentes do carro, como a caixa de velociodades; o que implicaria uma penalização na grelha de partida para o alemão.

“Tenho a certeza de que encontraremos uma via. Não é culpa minha se alguém decide ir aproveitar a borracha e acerta noutro carro”, considerou Vettel.

GP da Malásia: vitória para Verstappen, mais pontos para Hamilton

O filme do GP da Malásia

Comentários

Veja mais