Vettel não muda abordagem depois de acidente em Singapura

Assim não vale
Assim não vale. Vettel abandonou a corrida na primeira volta após um incidente com o finlandês, e companheiro de equipa, Kimi Raikkonen e com o holandês Max Verstappen (da Red Bull), no grande prémio de Singapura (Lusa/EPA)

Sebastian Vettel diz que não tem necessidade de voltar a falar do ocorrido no GP de Singapura e classifica o acidente como “parte das corridas”. Por isso, não vai mudar abordagem daqui para a frente.

O piloto alemão esperava voltar à liderança do campeonato, mas não conseguiu tirar o lugar a Lewis Hamilton porque sofreu um acidente que envolveu Kimi Raikkonen e Max Verstappen.

Em Sepang, na Malásia, questionaram esta quinta-feira o piloto da Ferrari acerca do incidente e se ele mudaria a abordagem. Vettel respondeu que não vê necessidade em fazer alterações.

Não acho que seja necessário discutir isso. Com coisas assim a acontecer, o que se pode fazer?”, perguntou o alemão, acrescentando que “se se tiver um grande problema com o carro, ou se se cometeu um grande erro, aí é uma história diferente. Se há algo que é preciso mudar, então é preciso reagir de forma rápida para garantir que isso não volta a acontecer, mas aí a história é diferente”.

Vettel aborda este assunto como algo que faz “parte das corridas” e, assim, não deve gastar-se tempo a refletir sobre isso, optando pelo contrário por “olhar em frente”.

Fizemos a nossa largada e todos estavam a tentar fazer as suas largadas. Acabou de forma má para nós os três”, mas “é parte das corridas. Estas coisas acontecem e não há muito que se possa fazer. Então não faz sentido tentar apontar o dedo e olhar de novo e de novo. É melhor gastar tempo e energia a olhar em frente”, sublinhou.

Sebastian Vettel mostrou-se, na Malásia, confiante de que o acidente não vai afetar a prova no domingo.

Cada corrida é diferente”, disse, acrescentando que “foi uma infelicidade para os três, mas temos de seguir em frente”. “Tenho a certeza de que estarei focado naquilo que vou fazer na largada no domingo”, concluiu.

Comentários

Veja mais