Williams coloca Sirotkin a titular e Kubica «no banco» em 2018

  • Redação Autoportal
Sergey Sirotkin (reprodução Twitter Williams)
Sergey Sirotkin (reprodução Twitter Williams)

A Williams anunciou o alinhamento dos pilotos para o Mundial 2018 de Fórmula 1.

Sergey Sirotkin foi o escolhido para fazer dupla com Lance Stroll como pilotos titulares.

Robert Kubica terá na Williams o papel de piloto de reserva e de desenvolvimento.

“A Williams Martini Racing tem o prazer de anunciar que Sergey Sirotkin fará dupla com Lance Stroll no Campeonato do Mundo de Fórmula 1 de 2018. O piloto russo de 22 anos impressionou a equipa com o seu desempenho nos testes da Pirelli em Abu Dhabi onde pilotou o FW40 pela primeira vez e fara a sua corrida de estreia das Fórmula 1 no Grande Prémio da Austrália de 2018”, comunicou a equipa de Grove.

Sirotkin destacou o trabalho para chegar a este posto e prometeu corresponder.

“Dizer que estou feliz e orgulhoso de fazer parte de uma equipa famosa como a Williams é dizer pouco. Foi preciso muito trabalho para chegar onde estou e estou muito contente e agradecido para com todos os envolvidos. O resultado dos nossos esforços ajudou-me a realizar o meu sonho e a equipa que fique descansada que pode contar comigo para dar o meu melhor.”

Com o mesmo “prazer em anunciar Robert Kubica como o seu piloto de reserva e desenvolvimento para a temporada 2018 de Fórmula 1”, a Williams explicitou o papel que o piloto polaco vai ter na equipa.

“Ele terá um papel particularmente ativo centro da equipa neste ano incluindo a participação nos testes de pré-época de Barcelona, testes durante a época e também tomará parte em várias sessões de treinos dos fins de semana de corridas.”

A Williams destaca ainda que a “experiência e conhecimento” de Kubica “mostrar-se-ão preciosos no desenvolvimento do desempenho do FW41” juntos dos pilotos titulares e dos engenheiros e que o polaco também representará a equipa junto dos media e dos patrocinadores.

Kubica não escondeu a felicidade do que já conseguiu no caminho de um ambicionado regresso às corridas de F1 que mantém como seu objetivo.

“Tenho desfrutado do meu regresso ao paddock da Fórmula 1 nos últimos meses e agora anseio por trabalhar com a equipa técnica da Williams, tanto na fábrica como na pista, para ajudar a desenvolver o FW41 e fazer a diferença na campanha de 2018. O meu objetivo último continua a ser correr na Formula 1 outra vez e este é outro passo importante nessa direção.”

[artigo atualizado]

Comentários

Veja mais