“A F1 devia ser como Le Mans e ter dois vencedores”

  • Redação Autoportal
Sergio Pérez - Force India
Sergio Pérez - Force India

Sergio Pérez considera que é “muito frustrante” não haver pilotos para além do que correm na Mercedes, na Ferrari e na Red Bull a conseguirem pódios e defende que a Fórmula 1 devia nesta altura adotar o modelo de Le Mans com mais do que um vencedor.

“Há duas categorias na Fórmula 1. Para mim, o maior problema que a F1 tem de resolver é melhorar o espetáculo. O pelotão deve estar mais próximo. Tem de haver mais do que apenas três equipas a lutar pela vitória. Neste momento, devíamos fazer como em Le Mans. Há um vencedor da primeira categoria e um da segunda”, assumiu o mexicano em entrevista ao «Auto Motor und Sport».

Nico Hulkenberg (Renault) afirmou que se não se estiver nas três principais equipa, provavelmente nunca se ganhará uma corrida na F1. O piloto da Force India partilha da mesma opinião: “Entre os pilotos mais rápidos e mais lentos há talvez três décimos [de segundo de distância]. No entanto, um piloto ganhou quatro Mundiais, outro nem um grande prémio; ou nem sequer um pódio. Isto já não é justo. A distância entre os carros do topo e os restantes é muito grande.”

Comentários

Veja mais