GP da Malásia: Perez ponderou abandonar a prova

Sergio Pérez - Force India
Sergio Pérez - Force India

O piloto que ficou em sexto lugar no Grande Prémio da Malásia completou a prova com dificuldades. Sergio Perez teve que controlar o esforço físico em Sepang, depois de ter contraído um vírus na sexta-feira.

No domingo, o piloto quase desistiu de participar na prova devido ao estado de saúde. Mas resistiu e fez uma corrida exemplar, dadas as circunstâncias.

O clima era quente e húmido e Perez completou um dos GPs mais físicos da temporada no sexto lugar, mesmo com uma doença preocupante.

Ele não se sentiu bem. Eu acho que esta doença é séria. Ele disse que queria parar, mas continuou. Fez o que tinha a fazer e terminou”, contou Otmar Szafnauer, chefe de operações da Force India.

Perez “disse que foi a corrida mais difícil da carreira dele e eu entendo porquê”, continuou, acrescentando que “já não é fácil quando se está em forma com este calor e esta humidade, mas quando não se está apto para vencer deve ser muito complicado”.

Quanto à presença em Suzuka, no GP do Japão do próximo fim-de-semana, Szafnauer acredita que “ele estará bem” porque “ele é um piloto forte”.

Também Perez, depois da prova, afirmou que ponderou deixar esta prova por concluir.

Apenas chegar à linha de chegada já é um bom resultado. Pensei em desistir do fim-de-semana dada a minha condição. Simplesmente não tinha vontade de continuar. Só tenho que agradecer aos médicos por me ajudarem e por isso estou feliz por ter chegado ao fim. Consegui alguns bons pontos para a equipa”, afirmou o piloto.

Bob Fernley, o vice-diretor da equipa, sublinhou que Perez “fez uma corrida praticamente perfeita, apesar de estar mal. O sexto lugar é uma recompensa maravilhosa pela perseverança durante o fim-de-semana”.

Agora resta esperar que o piloto melhore a condição até o fim-de-semana para estar em forma para o GP do Japão.

Espero estar de volta à forma completa no Japão”, concluiu.

Comentários

Veja mais