MotoGP: Rossi não quis fazer como Schumacher

  • Redação Autoportal
| PC
Valentino Rossi (Lusa)
Valentino Rossi (Lusa)

Valentino Rossi renovou com a Yamaha por dois anos garantindo que vai manter-se no MotoGP por mais duas épocas, até aos 41 anos. O italiano explicou que nunca quis parar para depois voltar como fizeram outros pilotos, como Michael Schumacher.

“Vi vários grandes pilotos de motos e também de carros pararem no topo da sua carreira, como Schumacher [Max] Biaggi ou Troy Bayliss. Schumacher e Bayliss voltaram à pista [depois de se retirarem]. Eu decidi correr até ao fim”, explicou «Il Dottore» sem metas: “Não quero pensar no futuro.”

Rossi concede que tornar-se menos competitivo “pode ser um risco”, mas frisa que se seguisse essa lógica “já teria parado há seis, sete ou oito anos”. “Fisicamente, se formos fortes podemos [continuar]. Depende da nossa motivação, da nossa vida. Se gostamos de continuar, acho que todos podemos”, assumiu o italiano.

VEJA TAMBÉM:

Comentários

Veja mais