MotoGP: Yamaha segue com chassis de 2016

Valentino Rossi
Valentino Rossi

Não restam dúvidas na Yamaha. Depois da sessão de testes privados realizados na Malásia, os pilotos Valentino Rossi e Maverick Viñales chegaram à conclusão que a marca japonesa deve abandonar o chassis versão 2017 e continuar com a versão 2016 da M1 utilizada por Johann Zarco piloto da equipa satélite, Tech3.

"Experimentámos a moto anterior", confessou Rossi à Radio Deejay. "Debatemos os três e todos concordamos que a moto de 2017 foi pior. Ainda temos que ver como será a nova moto, haverá algo interessante. Mas a base será o chassis de 2016”, garantiu.

Questionado sobre o 5.º lugar conquistado na temporada 2017 do MotoGP, Rossi confessou que cometeu o erro de assumir que o problema era com ele e não com a moto quando Viñales foi mais rápido no teste de Valência do ano passado.

"Eu testei e não gostei, mas pensei, talvez porque era o final da temporada, que estava em baixo de forma. Então continuámos com esse projeto [chassis de 2017], mas isso foi um erro porque perdemos muito tempo", explicou.

Comentários

Veja mais