Rossi e o regresso já em Aragão: “Não é por causa do campeonato”

Maverick Viñales e Valentino Rossi - GP França
Maverick Viñales e Valentino Rossi - GP França

Valentino Rossi esclareceu que não é por causa da luta pelo título de campeão do MotoGP que está a regressar à competição no GP de Aragão antecipando o tempo de recuperação previsto.

O piloto da Yamaha ficou com um período de recuperação determinado para entre 30 a 40 duas depois da fratura da tíbia e do perónio da perna direita, mas, depois de perder o GP de São Marino, voltou a pilotar nesta semana e vai estar nos Treinos Livres 1 desta sexta-feira – 21 dias depois de ter sido operado

Rossi garantiu que o seu regresso em Aragão “não é por causa do campeonato”, onde ocupa o quarto lugar a 42 pontos dos líderes Marc Márquez (Honda) e Andrea dovizioso (Ducati) tendo ainda o seu companheiro de equipa, Maverick Viñales, 23 pontos à frente.

“Quero dizer, está tudo em aberto, mas está especialmente em aberto para os três primeiros. Mas não é por isso. É porque quero experimentar voltar a uma boa forma assim que possível e acho que esta é a melhor maneira.”

O italiano revelou que “a primeira semana foi difícil”, mas que "depois dos primeiros dez dias" começou a "melhorar bastante, todos os dias”. “E comecei a ter uma boa sensação na perna e no tornozelo. E depois comecei a pensar em Aragão», contou na conferência de imprensa desta quinta-feira, numa citação do «Crash.net».

"Sei que é difícil. [São] apenas três semanas», reconheceu «Il Dottore», mas, após conversas com a sua equipa considerou que “é muito importante tentar pilotar a moto mesmo que em Aragão seja muito, muito difícil”. “Incluindo terminar a corrida”, assumiu.

Mas Rossi destacou que “é muito importante não perder outra corrida, também porque depois de Aragão há três semanas antes de Motegi”, o GP do Japão, a 15 de outubro. E o teste deste fim de semana é «também muito importante para a última parte da época” para “perceber o que é preciso fazer mais em concreto em relação à perna para voltar no máximo”.

GP de Aragão: Rossi está oficialmente declarado apto

GP de Aragão: os horários do MotoGP e do Moto2

Comentários

Veja mais