F1: Ricciardo e Verstappen frente-a-frente

Verstappen e Ricciardo aprendem Capoeira (imagem RedBullRacing)
Verstappen e Ricciardo aprendem Capoeira (imagem RedBullRacing)

Aquecem-se os motores para o GP do Brasil em Fórmula 1, ronda marcada para este fim de semana 11 e 12 de novembro. Com o aproximar da data, os pilotos vão se preparando para o desafio com os seus habituais rituais e, no caso da Red Bull, aprendendo novas técnicas de combate.

Daniel Ricciardo e Max Verstappen aproveitaram para aprender a famosa arte da Capoeira e cada um pôs à prova equilíbrio e  flexibilidade.

"É algo que exige muita flexibilidade, algo que nós pilotos não temos. Muito porque estamos sempre sentados num espaço limitado. Os meus músculos não permitem fazer pontapés altos (risos) mas foi divertido”, admitiu o piloto australiano

 Verstappen, por seu lado, mostrou estar mais à vontade ao volante de um monolugar.

"Foi a primeira vez que vi ao vivo e que experimentei. Fui muito mau (risos), mas ao menos tentei", confessou.

Interlagos de boa memória

Tanto Ricciardo como Vertappen se sentem motivados para a penúltima ronda da temporada 2017. O sempre festivo Autódromo de Interlagos traz consigo um ambiente especial que provoca sensações fortes e boas recordações aos pilotos.

"Recordo-me sempre neste circuito, o rufar dos tambores e os som das buzinas das bancadas.Tem ambiente de estádio de futebol com os cânticos dos adeptos. É uma energia muito positiva e gosto bastante. Espero que continue e quero conseguir o meu melhor resultado", explicou Ricciardo.

Verstappen também espera ser bem-sucedido no GP do Brasil, ronda na qual o jovem holandês terminar no terceiro lugar em 2016. Numa corrida marcada por chuva forte, o jovem piloto teve um desempenho brilhante ao conseguir saltar do 11.º lugar da grelha (terceira partida) até ao lugar do pódio.

"Diverti-me imenso na temporada passada. Gosto muito de conduzir aqui e estou entusiasmado por regressar após a vitória no GP do México. Chegar ao pódio é o meu objetivo", garantiu Verstappen.

 

"Os adeptos são muito apaixonados pelo desporto e espero poder dar-lhes alegrias e um bom espetáculo como no ano passado".

 

 

Comentários

Veja mais