Robert Kubica: "Não conduzo só com uma mão"

Kubica sente-se confiante no regresso à F1
Kubica sente-se confiante no regresso à F1. Kubica olha com otimismo para o eventual regresso à F1. Foto Twitter

Concluída a primeira de duas sessões de testes da Williams, em Abu Dhabi, Kubica confessa sentir-se “fisicamente apto” para regressar à Fórmula 1. O piloto polaco fez esta terça-feira 100 voltas ao circuito de Yas Marina, num teste focado nos pneus Pirelli.

“Foi um dia muito produtivo. Andei muito, testei vários pneus”, disse o piloto polaco. “A equipa está cansada, depois de uma longa temporada, mas recebeu-me bem. Encontrei um ambiente ótimo. Dei o meu melhor e estou fisicamente apto, talvez até melhor do que estava há dez anos”, confessou.

A última vez que Kubica competiu na F1 foi em 2010. O então piloto Renault sofreu no ano seguinte um grave acidente no rali italiano ‘Ronde di Andora’ que lhe provocou graves lesões no braço direito. Kubica correu mesmo o risco de perder uma mão.

Apesar de não ter sido amputada, os nervos da mão ficaram muito danificados limitando assim algumas ações do piloto. Ainda assim, nada demoveu o polaco que dedicou-se a outras categorias do desporto motorizado.

“Estou convicto de que posso crescer ainda mais durante a temporada. Sei que tenho limitações, mas não é verdade que conduzo apenas com uma mão, até porque isso seria impossível. Essencialmente, o meu corpo aprendeu a compensar as minhas falhas”, explicou.

Relembre-se que o polaco é apontado como favorito a assumir o lugar de Felipe Massa na Williams.

Comentários

Veja mais