Cuidados no verão: o que não se pode deixar dentro do carro ao sol

  • Redação Autoportal
Carro na praia (Reuters)
Carro na praia (Reuters)

O verão já cá está há quase um mês mesmo que a meteorologia condizente com esta época do ano ainda esteja um pouco titubeante. Os dias de calor já se mostraram mesmo sem terem ficado de vez e os seus apreciadores esperam que, finalmente, os termómetros passem por regra para a casa dos 30º.

No Reino Unido, é nesses números que está a temperatura no seguimento de uma vaga de calor que está a região e os cuidados a ter estenderam-se aos objetos que não se deve deixar no carros quando o calor aperta assim tanto.

O aviso feito pela Venson Automotive Solutions aponta para cuidados a ter com objetos do dia a dia e que vão das simples latas de bebidas aos isqueiros – contrariando que seja apenas um mito urbano, pois, aponta um caso recente em que um isqueiro deixado na consola de carro pegou fogo incendiando a viatura.

“É raro um isqueiro causar um incêndio num carro num dia quente, mas há outros artigos do dia a dia que podem provocar muitos danos no interior de um veículo Alguns condutores assuem o risco de transportar artigos combustíveis incluindo recipientes para gasolina que “não são adequados” aumentando o risco de combustão espontânea”, afirma o diretor de operações da Venson, Gil Kelly.

O efeito de estufa que é criado dentro de um carro estacionado ao sol aumenta a temperatura interior de forma significativa proporcionando que objetos possam estar na deflagração de um incêndio ou de outros tipos de estragos mesmo que não sejam da mesma dimensão. Veja o que não deve deixar dentro do carro ao sol:

1. Isqueiros: sob altas temperaturas podem explodir provocando danos nos vidros ou nos bancos;

2. Canetas: podem rebentar e libertarão a tinta no interior do veículo;

3. Latas de aerossol: seja se lubrificantes, tintas ou desodorizantes, as altas temperaturas podem fazer a pressão dentro das latas aumentar até à explosão;

4. Pilhas:: o calor é suscetível de fazer com que o ácido das pilhas comece a verter,

5. Plásticos: as altas temperaturas podem derretê-los não se devendo também beber o líquido dentro de uma garrafa de plástico deixada num carro ao sol, pois há a probabilidades de os químicos do recipiente se misturaram com o líquido;

6. Recipientes de combustível: com o calor, os vapores dentro do recipiente podem expandir e com o aumento da pressão os vapores não conseguirão sair levando a que um objetivo impróprio para conter combustível possa explodir;

7. Bebidas enlatadas com gás: podem explodir sob grande calor.

Comentários

Veja mais