Peugeot despede-se do Dakar com o triunfo de Sainz

  • Pedro Calhau
carklos Sainz - Dakar 2018 (Reuters)
carklos Sainz - Dakar 2018 (Reuters)

Carlos Sainz venceu o Dakar 2018 registando a sua segunda vitória na prova rainha do todo o terreno - depois do triunfo em 2010, também já na América do Sul.

Depois das vitórias de Stéphane Peterhansel nas duas edições anteriores, a Peugeot soma a terceira vitória consecutiva no ano da sua despedida da prova.

Com 55 anos e 284 dias, o espanhol é o piloto mais velho a vencer a prova nos carros. Sainz (e o Sainz (e o seu compatriota e copiloto Lucas Cruz) parta para esta derradeira etapa com 46 minutos de vantagem sobre Nasser Al-Attiyah (Toyota) e praticamente tratou de não perder tempo para o qatari.

A 14.ª e derradeira especial, em Córdoba, foi vencida por Giniel de Villiers (terceiro na classificação geral), com Sainz a terminar no nono lugar da etapa a 3m19s do sul-africano. Al-Attiyah foi terceiro neste sábado mantendo o segundo lugar no final da prova.

Stéphane Peterhansel foi quarto na geral passando o troféu a Sainz, que o manteve com a Peugeot na despedida da marca francesa do Dakar na edição 40 do rali.

Copiloto do chileno Boris Garafulic (Mini), o português Filipe Palmeiro terminou a prova no 13.º lugar.

Classificação final do Dakar (carros):

1. Carlos Sainz (Peugeot), +49h16m18s

2. Nasser Al-Attiyah (Toyota), +43m40s

3. Giniel de Villiers, (Toyota), +1h16m41s

4. Stéphane Peterhansel (Peugeot), +1h25m29s

5. Jakub Przygonski (X-raid Mini), +2h45m24s

(...)

[artigo atualizado]

Comentários

Veja mais