Cayman e-volution: que pena haver só este

Porsche Cayman  e-volution
Porsche Cayman e-volution
partilha

A Porsche é um dos organizadores do Simpósio de Veículos Elétricos que está a decorrer em Estugarda, mas a icónica marca alemã de carros desportivos não deixou de ser participante também e apresentou-se com o Cayman e-volution.

A pena que fica é que este é um veículo de investigação que não irá para produção.

O Cayman e-volution é mais rápido do que qualquer parceiro da gama 718 demorando apenas 3,3 segundos dos 0 aos 100 km/h – o Cayman de 300 cv demora 5,1 segundos e o Cayman S de 350 cv faz 4,6 segundos.

Mas não é a só a rapidez que o e-volution anuncia. Este protótipo oferece uma autonomia de 200 km com carregadores de 800 volts e introduzindo o Porsche Turbo Charging, sistema de carregamento rápido com uma capacidade de carga para 320 kW ou duas vezes 160 kW.

Estes sistema fará parte de uma rede de carregamento rápido planeada numa parceria Porsche, Audi, Daimler, BMW e Ford para uma rede europeia a partir de 2020.

Mas antes, como este Cayman e-volution pretende introduzir de forma destacada, chegará o Mission E em 2019, o primeiro desportivo elétrico da marca, com 500 km de autonomia e uma capacidade de carga de 80% das baterias em apenas 15 minutos.

Comentários

Veja mais