«Top Gear» em sarilhos na Noruega. Apanhados a 243 km/h

  • Luís Neves
Top Gear
Top Gear

A equipa do programa “Top Gear” foi proibida de prosseguir com as gravações na Noruega depois de terem sido apanhados a 243 km/h num túnel durante as filmagens.

A polícia local já tinha permitido que os carros circulassem a velocidades de até 140 km/h, embora só para as filmagens, mas os sensores no túnel Atlantic Ocean detetou que os veículos utilizados seguiam a velocidades muito superiores: um, entre 168 e 180 km/h, e outro a 243 km/h.

A produção do programa ainda comentou o incidente, realçando que trabalhou em total cooperação com a polícia local.

“O Top Gear estava a gravar em troços de estrada fechados e estamos a cooperar completamente com a investigação da Policia. Nem Matt LeBlanc e Chris Harris estavam em filmagens, ou sequer na área ou momento em que aconteceu a infração”, explicou um porta-voz do Top Gear.

Segundo o responsável pela investigação da Policia, Anne Berit Lian, “é normal investigar se estes excessos de velocidade foram cometidos durante o momento em que a estrada estava fechada, e se foram cometidos para as gravações”.

A Noruega é famosa por ser particularmente severa com os condutores que excedam os limites de velocidade. Se alguém for apanhado 40 km/h acima do limite, pode ser multado em 1.100 euros e preso até seis meses.

Comentários

Veja mais