Carlos Tavares considera fábricas da PSA «mais eficientes» que as da Opel

PSA comprou a Opel
PSA comprou a Opel

O português Carlos Tavares comparou as fábricas da PSA e da Opel e afirmou que as unidades de produção responsáveis pelas marcas Citroën e Peugeot são mais «eficientes» dos que as da fabricante adquirida neste ano.

"As discrepâncias que vi até agora são bastante grandes", afirmou o CEO da PSA tendo por base as visitas recentes às fábricas da Opel em Saragoça (Espanha) e Russelsheim (Alemanha).

O objetvo foi mesmo comparar e o executivo português foi claro nas declarações que, citado pela edição europeia do «Automotive News», fez aos jornalistas no Salão de Frankfurt: "O que vi até agora é que a PSA é mais produtiva é mais eficiente do que as unidades da Opel."

O Grupo PSA – que conta com uma fábrica em Mangualde – comprou a Opel/Vauxhall em março passado. E Carlos Tavares frisou que a formação do maior fabricante europeu de veículos proporcionará ainda benefícios para o novo grupo: "Também espero encontrar situações onde a Opel será melhor do que a PSA, para que os funcionários da PSA possa aprender."

"Com a Opel, a nossa capacidade de desenvolvimento cresceu cinquenta por cento. Agora, temos a oportunidade de usar esta potencialidade de desenvolvimento", afirmou o CEO português quando o tema foi a eventual redução de efetivos na marca adquirida.

Calos Tavares revelou haver «semelhanças entre a situação da PSA há quatro anos e a de hoje na Opel» frisando que o objetivo – mais do que aumentar vendas – é ser eficiente: "A conclusão é muito simples. Trata-se de eficiência. Se somos altamente eficientes somos lucrativos. Se somos lucrativos somos sustentáveis. Se somos sustentáveis ninguém precisa de preocupar-se com o seu emprego."

Comentários

Veja mais