Comércio automóvel congratula-se com adiamento do aumento dos preços

  • Redação Autoportal
Seat
Seat

A Associação Nacional das Empresas do Comércio e da Reparação Automóvel congratulou-se esta quarta-feira com o adiamento do aumento de preços dos veículos para 2019, em vez de ser já a partir de setembro.

Em causa está a atualização das tabelas do Imposto Único de Circulação (IUC) e do Imposto sobre Veículos (ISV) que será feita através do Orçamento do Estado para 2019 (OE2019).

“A ANECRA congratula-se com a decisão do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, de […] ter dado instruções à Autoridade Tributária para apresentar […] uma proposta de revisão das atuais tabelas de ISV e IUC e das normas que consagram isenções fiscais condicionadas a limites de emissão de CO2”, disse, em comunicado, o presidente da direção da associação, Alexandre Ferreira.

O responsável disse ainda que a decisão, apesar de “esperada”, foi tomada em “tempo útil”, permitindo o afastamento do cenário de “aumento de preços dos veículos” a partir de setembro.

Para Alexandre Ferreira, caso a medida não tivesse avançado, “uma distorção do mercado automóvel em Portugal” ocorreria durante este mês, “através de uma nova e considerável antecipação de matrículas que, lamentavelmente, não corresponderia a igual número de veículos vendidos”.

As tabelas do IUC e do ISV vão ser atualizadas através do OE2019, no âmbito do novo sistema de medições poluentes dos automóveis, informou o Ministério das Finanças na sexta-feira. No cálculo dos dois impostos entra também a cilindrada do motor.

Comentários

Veja mais