Lamborghini regista recorde de vendas em 2017

Lamborghini aumenta número de vendas em 2017
Lamborghini aumenta número de vendas em 2017

Com 3815 veículos entregues em todo o mundo, a Lamborghini atingiu números históricos em 2017. Na verdade, a empresa de Sant’Agata Bolognese viu as suas vendas triplicar desde 2010 com mais 1302 unidades a sair da fábrica.

Mas, os números prometem não ficar por aqui e a casa italiana continua a traçar novos e ambiciosos objetivos para 2018. O desafio para o presente ano passa essencialmente pela comercialização (bem-sucedida) do Lamborghini Urus, Super SUV de luxo.

Para responder ao desafio (que resultará na duplicação da produção num ano), a fábrica foi ampliada, passando de 80 mil a 160 mil metros quadrados.

Por enquanto, o número de Lamborghini Urus produzido nas instalações é reduzido: apenas cinco unidades. Contudo, o número irá aumentar para mais de 20 quando a fábrica funcionar em pleno.

O novo edifício conta com uma nova linha de produção exclusiva para o novo SUV. A tecnologia está em grande plano graças aos robôs de última geração que ajudam os trabalhadores a realizar as tarefas com mais rigor e facilidade. Contudo, a mão humana não é desvalorizada e a filosofia da Lamborghini não sofre qualquer contratempo.

"É uma fábrica muito moderna, mas onde o trabalho manual é essencial. É isso que faz o ADN da marca", garantiu Matteo Martini, do Departamento de Engenharia e Manufatura.

Graças ao Urus, a Lamborghini passará a produzir 7000 viaturas por ano. Um número que se faz acompanhar pela criação de 500 novos postos de trabalho.

Norte-americanos investem nos superdesportivos

A distribuição de vendas da Lamborghini está bem equilibrada e centrada em três regiões que representam cerca de um terço das vendas globais. Todas as regiões estabeleceram recordes históricos de vendas em 2017 e contribuíram para o crescimento das vendas em relação ao ano anterior: EMEA "Europa, Médio Oriente e África" ​​(1.477 / + 18%), América (1.338 / + 4%) e Ásia (1.000 / + 9%).

Com 1095 unidades, os EUA continuam a ser “líderes de mercado”, seguidos pelo Japão (411), Reino Unido (353), Alemanha (303), China (265), Canadá (211) e Médio Oriente (164).

Além disso, houve modelos que alcançaram vendas recorde. As vendas do Lamborghini Aventador com motor V12 cresceram 6%, passando de 1104 para 1173 unidades. Ainda mais considerável foi o aumento das vendas do Lamborghini Huracán com motor V10, que cresceram 12%. As unidades aumentaram de 2353 para 2642.

Comentários

Veja mais