GT X Experimental: Opel apresenta o seu futuro SUV elétrico

  • Redação Autoportal
V?DEO: GT X Experimental: o futuro da Opel

A Opel revelou agora as imagens do seu mais recente ‘concept car’. Constituindo uma antevisão sobre o que reserva o futuro dos modelos da marca, o novo Opel GT X Experimental assume as formas de um SUV elétrico de cinco portas com perfil ‘coupé’ e está repleto de ideias inovadoras. O mais recente ‘concept car’ da Opel espelha também os valores da marca e mostra o lado dedicado ao produto do plano estratégico ‘PACE!’ apresentado em novembro de 2017.

A Opel decidiu materializar simbolicamente a visão dos seus modelos vindouros num SUV compacto de apenas quatro metros de comprimento (comprimento: 4,063 m; largura: 1,830 m; altura: 1,528 m; distância entre eixos: 2,625 m). Na realidade, os SUV são, atualmente, os veículos mais populares no mercado e a Opel é movida pela intenção de tornar esses modelos mais apelativos a um público variado. Por essa razão, o Opel GT X Experimental está construído sobre uma arquitetura de baixo peso, tem formas compactas e recorre a jantes de 17 polegadas (que parecem muito maiores), com o propósito de maximizar o conforto em andamento mas, ainda assim, darem ao automóvel uma aparência inegavelmente marcante.

Na linha do compromisso do plano estratégico de oferecer versões elétricas de cada modelo Opel em 2024, o GT X Experimental é um automóvel elétrico com bateria de iões de lítio de nova geração, com capacidade de 50 kWh, capaz de receber carga por indução. O GT X Experimental não pretende oferecer condução autónoma plena. No entanto, possui funções de autonomia de Nível 3, o que significa que o automóvel é capaz de encarregar-se de todas as vertentes da condução mas o condutor tem de estar em condições de responder a uma solicitação de intervenção.

O GT X Experimental possui um interior espaçoso, sem obstáculos no acesso, graças a portas traseiras de abertura antagónica e todas as portas com grande abertura de 90 graus. O para-brisas panorâmico estende-se até aos lugares traseiros, o que confere luminosidade especial ao habitáculo e reforça a sensação de espaço.

O painel de instrumentos destaca-se claramente, num tabliê que forma um módulo que replica o ‘Opel Vizor’. Os desenhadores deram-lhe o nome de ‘Pure Panel’. Este tabliê, de dimensões consideráveis, é constituído por uma única superfície, mostrando que a multiplicidade de ecrãs, teclas e comandos dos automóveis atuais pode tornar-se obsoleta. O ‘Pure Panel’ dá acesso a toda a tecnologia mais recente e fornece a informação necessária eliminando todos os elementos visuais de distração.

A sofisticação do ‘design’ do habitáculo está patente em detalhes como o posicionamento das saídas de ar, escondidas atrás dos ecrãs, permitindo criar um tabliê de superfície única. A solução ‘Pure Panel’ também demonstra como a Opel utiliza a tecnologia para simplificar a utilização do automóvel. Nos extremos do tabliê estão colocados dois ecrãs ligados às respetivas câmaras exteriores que substituem os espelhos retrovisores. O desenho do volante reproduz o tema ‘Opel Vizor’ no módulo central. Tal como os emblemas das rodas, o emblema do volante também está sempre direito, independentemente da rotação do aro.

Os bancos parecem flutuar no habitáculo, reforçando a aparência ‘high-tech’ de todo o espaço. Os altifalantes, colocados junto ao encostos de cabeça, são amovíveis. Os elementos decorativos recuperam o formato trapezoidal em vários pontos.

GT X Experimental: o futuro da Opel

Comentários

Veja mais