Grupo PSA revela forte crescimento e rentabilidade recorde no 1.º semestre

  • Redação Autoportal
Grupo PSA marcas
Grupo PSA marcas

A PSA revelou esta terça-feira os seus resultados do primeiro semestre de 2018, tendo surpreendido os analistas ao revelar que as receitas da empresa francesa atingiram os a 38.595 milhões de euros no período em analise, evoluindo assim 40,1% comparativamente ao primeiro semestre do ano passado, se for incluído o negócio da antiga filial europeia da General Motors, a Opel Vauxhall.

Por seu lado o resultado líquido consolidado do Grupo PSA ascendeu a 1.713 milhões de euros, o que representa um crescimento de 242 milhões de euros face ao ao período homólogo de 2017.

“O Grupo demonstra, desde 2014, a sua capacidade constante de melhorar a sua rentabilidade, a sua eficiência, bem como os seus volumes de vendas, apesar do contexto difícil”, sublinhou em comunicado o português Carlos Tavares, ‘chaiman’ do Grupo PSA.

Tendo em conta as três marcas que constituíam a PSA até agosto de 2017, ou seja a Peugeot, Citroën e DS, o resultado operativo corrente indica, segundo o comunicado, um crescimento de 29,9%, (1.873 milhões de euros).

O documento da empresa acrescenta ainda que os dados agora revelados representam um nível de rentabilidade “recorde”, cerca de 8,5%, apesar do aumento dos custos com matérias-primas e do efeito negativo das variações das taxas de câmbio.

No comunicado do Grupo PSA, Carlos Tavares elogia ainda os bons resultados da Opel Vauxall: “Os resultados que começam a gerar demonstram todo o potencial da nova Opel Vauxhall. A agilidade e a disciplina que as equipas colocam na execução das suas atividades são as nossas vantagens para alcançarmos os objetivos”. 

Comentários

Veja mais