GP da Grã-Bretanha: Vettel testa escudo, Mercedes testam andamento

Vettel testa o escudo com o Ferrari
partilha

Os dois Mercedes, com Valtteri Bottas à cabeça, foram os carros mais rápidos nos primeiros Treinos Livres para o GP da Grã-Bretanha numa sessão que, nesta sexta-feira de manhã, marcou a estreia dos testes com o escudo.

O Ferrari de Sebastian Vettel centrou as atenções no arranque dos trabalhos, pois o alemão foi logo o primeiro piloto a sair para a pista com o novo dispositivo de proteção do cockpit no SF70H – e escudado por Kimi Raikkonen com o carro habitual.

 

Vettel fez três voltas de instalação com o escudo antes de regressar às boxes. E o retorno dado sobre a experiência foi o de uma visão «enevoada» quando se olha para a pista.

Numa sessão marcada por vários outros testes das equipas, muito preocupadas com a aerodinâmica num circuito sem uma reta longa e onde o tempo ganho nas curvas é muito importante – numa época de carros muito mais rápidos do que os seus antecessores – os dois Mercedes foram os carros mais rápidos, com Valtteri Bottas (1m29.106s) a superiorizar-se a Lewis Hamilton por 78 centésimos de segundo.

Os dois Red Bull seguiram-se na lista de tempos, mas, ao contrário dos Mercedes, fazendo os melhores registo com pneus supermacios – enquanto os dois W08 rodaram com macios, não impedindo isso também de se bater desde já nos TL1 o melhor tempos da qualificação da época passada...

Os dois Ferrari ficaram com o terceiro lugar da grelha provisória, mas também com supermacios e ambos já no segundo 30. Os dois McLaren ficaram no top 10, enquanto os dois Force India ficaram na segunda metade da folha de tempos.

Treinos Livres 1 do GP da Grã-Bretanha:

 

Os Treinos Livres 2 realizam-se às 13h00. Por enquanto, o escudo foi sendo a estrela das operações em Silverstone.

Comentários

Veja também