PSP detém mais de 800 pessoas nas festas mas excesso de álcool diminui

| ALM com Lusa
V?DEO: PSP fez menos detenções por excesso de álcool

Mais de 800 pessoas foram detidas, 316 das quais por excesso de álcool, no âmbito da Operação Polícia Sempre Presente: Festas Seguras 2017, que terminou às 24 horas de terça-feira, anunciou hoje a PSP.

Em comunicado, a Polícia de Segurança Pública (PSP) refere que na operação, que começou às 14:00 de 11 de dezembro de 2017, foram detidas 866 pessoas, das quais 316 por excesso de álcool (menos 11 que no ano anterior).

A PSP deteve também 120 pessoas por falta de habilitação legal para conduzir (menos 10 do que em 2017), 101 por tráfico de droga (menos 15) e 49 por furto (mais sete).

Durante a Operação Polícia Sempre Presente: Festas Seguras 2017, a PSP reforçou o policiamento de visibilidade, a fiscalização rodoviária e o policiamento e fiscalização direcionado para as zonas de diversão noturna a nível nacional, na sua área de responsabilidade.

Neste âmbito, a PSP efetuou 1.930 operações de fiscalização, das quais cerca de 1.500 foram operações de trânsito e cerca de 270 na segurança privada.

Na nota, a força de segurança adianta também que durante a operação foram apreendidas cerca de 19.000 doses de droga, das quais 3.453 foram de cocaína, 5.533 de heroína e 6.831 de haxixe.

Foram ainda apreendidas 69 armas, das quais 29 armas de fogo, menos sete que em igual período do ano anterior. Foram também apreendidos cerca de 85 quilogramas de explosivos”, refere a PSP.

No que diz respeito à sinistralidade rodoviária, a PSP destaca que foram registados durante a operação 3.681 acidentes, que causaram oito mortos, 55 feridos graves e 1.060 feridos ligeiros.

Comparativamente ao período homólogo do ano passado, verificou-se um aumento do número de acidentes (mais 19) e de vítimas mortais (mais seis), bem como um aumento do número de feridos ligeiros (mais 27) e graves (mais sete) ”, adianta a PSP.

Durante a Operação, a PSP fiscalizou cerca de 78.000 viaturas e levantou 9.905 Autos de Notícia por Contraordenação em matéria rodoviária, dos quais 379 por uso indevido de telemóvel durante a condução (menos 219 do que no ano anterior), 405 por falta de inspeção (menos 171) e 152 por falta de cinto de segurança (menos 77).

A PSP refere ainda que foram submetidos ao teste de alcoolemia cerca de 19.500 condutores e foram registadas 2.810 infrações por excesso de velocidade (mais 1.000 do que no ano anterior).

Na operação, que teve por objetivo a diminuição dos índices de sinistralidade rodoviária, de prevenção, fiscalização de comportamentos ilícitos durante o Natal e a Passagem de Ano, estiveram envolvidos cerca de 16.000 elementos policiais.

Comentários

Veja mais