GNR contabiliza seis mortos até ao dia de Natal

GNR
GNR. Arquivo

Duas pessoas morreram nos 117 acidentes registados nas estradas fiscalizadas pela GNR na segunda-feira, o quarto dia da operação "Natal Tranquilo", segundo a corporação.

De acordo com a informação disponibilizada na página da Internet da GNR, foram ainda registados 45 feridos ligeiros no dia de Natal.

Segundo os dados provisórios, as vítimas mortais foram registadas em acidentes ocorridos em Portalegre e Santarém.

A operação “Natal Tranquilo” acumulou até ao final do dia de segunda-feira seis vítimas mortais, num total de 723 acidentes.

Desde sexta-feira foram registados 12 feridos graves e 216 feridos ligeiros.

A operação da Guarda Nacional Republicana (GNR) decorre até hoje com o patrulhamento rodoviário em todo o país das vias com maior tráfego neste período do ano.

Mais de 6.500 militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos Comandos Territoriais estão destacados para a operação, que, segundo a GNR, visa prevenir a sinistralidade rodoviária, garantir a fluidez do tráfego e apoiar todos os utentes das vias, para lhes proporcionar uma deslocação em segurança.

Os militares da GNR vão estar particularmente atentos às infrações relacionadas com a condução sob a influência do álcool e de substâncias psicotrópicas, excesso de velocidade e incorreta ou não utilização do cinto de segurança e dos sistemas de retenção para crianças.

A GNR adverte ainda que estará atenta aos comportamentos de risco dos condutores que motivam uma condução distraída, designadamente a utilização indevida do telemóvel e outros equipamentos, incorreto acondicionamento da carga, a não circulação na via mais à direita e o incumprimento da distância de segurança entre veículos.

Morte em Gavião

Ao final do dia de sgeunda-feira, um homem morreu numa colisão entre um automóvel e um autocarro na Estrada Nacional 118, na zona do Gavião, distrito de Portalegre, informou a Guarda Nacional Republicana (GNR).

Segundo fonte oficial da GNR, em causa esteve uma “colisão entre um ligeiro e um pesado de passageiros”, que ocorreu pelas 19:15.

A mesma fonte adiantou que, deste acidente, “resultou uma vítima mortal, um homem, de 27 anos, que era o condutor do ligeiro”.

O acidente causou ainda ferimentos ligeiros ao condutor da viatura da rede nacional de autocarros Expressos, um homem de 34 anos, que foi transportado para as urgências do hospital de Portalegre.

No autocarro viajavam 14 passageiros, que não sofreram quaisquer ferimentos, referiu a fonte.

Comentários

Veja mais