Bell notification
Deseja receber notificações
autoportal.iol.pt
Permitir
Anular

Peugeot festeja 125 anos de carros vitoriosos nas provas

  • Redação Autoportal
Marca francesa venceu a primeira corrida de que há registo, em 1895

A Peugeot está a celebrar 125 anos de uma herança no desporto motorizado assinalando a vitória na corrida Paris-Bordéus- Paris de 1895. A épica prova realizada entre 11 e 14 de junho daquele ano – a primeira corrida de que há registo – foi ganha por um Peugeot Type 7.

Com o regresso marcado às provas de Resistência para 2022, a Peugeot recorda a sua história de sucesso no desporto automóvel com uma cronologia cheia de vitórias internacionais em diferentes especialidades.

1895: o Peugeot Type 7 de 1.3 litros com 3.7 cv conduzido por Paul Koechlin vence a Paris-Bordeus-Paris. Tendo chegado em terceiro lugar, Kochelin foi declarado vencedor por violação dos regulamentos por parte dos dois primeiros a cortara meta. O francês completou a corrida fazendo 1.178 km em 59 horas e 48 minutos;

1912-19: a Peugeot torna-se três vezes vencedora da Indy 500. O francês Jules Goux foi o primeiro piloto fora dos EUA a ganhar a prova, em 1912, com a velocidade média de 75.933 mph (122.2023 km/h), e repetiu os triunfos em 1916 e 1919;

Década de 1960: a marca francesa regista quatro vitórias no Rali Safári com o Peugeot 404 (1963, 1966, 1967 e 1968);

Década de 1970: nesta época é o Peugeot 504 a ditar a sua lei comas vitórias no Rali Safári (1975 e 1978), Rali da Costa do Marfim (1975, 1976 e 1978) e Rali de Marrocos (1975 e 1976);

Década de 1980: foi o tempo do icónico Peugeot 205 T16 que fez história no Grupo B. Com Timo Salonen, em 1985, a marca francesa obteve os títulos de Pilotos e de Construtores no Mundial de Ralis; em 1986, foi a vez de o fazer com Juha Kankkunen. De 1987 a 1990 foram quatro vitórias seguidas no Rali Dakar: as duas primeiras com o 205 T16 por Ari Vatanen e Kankkunen a as outras duas também com Vatanen no Peugeot 405 T16.

1992: a marca francesa consegue a primeira vitória nas 24 Horas de Le Mans, com o Peugeot 905 de 3,5 litros V10 com Derek Warwick, Yannick Dalmas e Mark Blundell;

Década de 2000: o regresso ao WRC foi feito no Peugeot 206 WRC com os dois títulos de Marcus Gronholm em 2000 e 2002 e os três de construtores (2000-02). Em 2007, o Peugeot 908 HDi FAP de 5,5 litros V12 biturbo diesel venceu a Le Mans Series; em 2009, o mesmo carro fez a dobradinha nas 24 Horas de Le Mans; de 2007 a 2009 o Peugeot 207 S200 venceu três vezes o Intercontinental Rally Challenge;

2010-11: o 908 HDi FAP venceu a Intercontinental Le Mans Cup nesses dois anos e no primeiro deles a Le Mans Series;

2013: o Peugeot 208 T16 com 875 cv e 875 kg bateu o recorde de Pikes Peak na Classe Unlimited em mais de um minute e meio com Sebastien Loeb a fazer o tempo de 8m13.878s;

2015: o Peugeot 208 WRX ganha o título de Construtores de Rally Cross;

2016-18: três vitórias seguidas no Dakar, com Stéphane Peterhansel no Peugeot 2008 DKR e, depois, com o Peugeot 3008 DKR de 3,0 litros biturbo V6 diesel com 360 cv e 800 Nm, nos dois primeiros anos e com Carlos Sainz no último.

  • TEMAS:
  • Peugeot

  • 3008 DKR

  • 205 T16

Veja mais