Acidente com autocarro na Mealhada obrigou ao corte da A1 nos dois sentidos

  • Redação Autoportal
  • 21 mai, 14:08

Resultaram três vítimas mortais e três dezenas de feridos

Um acidente com um autocarro de passageiros na A1 na manhã deste sábado, cerca de 09h30, fez três vítimas mortais e 33 feridos levando ao corte do trânsito na autoestrada nos dois sentidos.

O autocarro, que partiu de Guimarães e ia em direção a Fátima, galgou o separador central atravessou as vias de sentido contrário e foi embater num poste de eletricidade de média tensão – com o rebentamento de um pneu entre as possibilidades para a origem do acidente.

PUB

As vítimas mortais são dois homens, de 63 e 77 anos, e uma mulher de 52 anos, segundo confirmou à agência Lusa fonte do INEM, adiantando também na última atualização das informações que houve seis feridos graves, cinco em estado crítico e 22 ocupantes do autocarro com ferimentos ligeiros.  

O acidente obrigou ao corte da A1 nos dois sentidos: no nó da Mealhada no sentido sul-norte e no nó de Aveiro Sul no sentido norte-sul.

No local, a GNR informou ser ainda “muito prematuro falar”, mas admitiu que “há possibilidade de um pneumático ter rebentado”. Carlos Tavares, da Proteção Civil, referiu à Lusa que estiveram no terreno 57 viaturas, das quais cinco eram médicas e duas ambulâncias com suporte imediato de vida, 130 operacionais, um helicóptero, que acabou por não ser necessário utilizar, e duas equipas de apoio psicológico.

PUB

A circulação na A1 foi “restabelecida”, segundo informou a Lusa por volta das 15h20, mas, na altura, ainda “de forma muito condicionada e apenas por uma via”, como disse à agência noticiosa portuguesa fonte dos Bombeiros.

PUB

[artigo atualizado]

Continuar a ler

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS