Dois funcionários da GM foram detidos por fazerem corridas de Corvette

  • Redação Autoportal
Chevrolet Corvette Stingray descapotável
Chevrolet Corvette Stingray descapotável
Engenheiros foram acusados de várias infrações ao volante do superdesportivo norte-americano

Dois funcionários da General Motors foram detidos por alegadamente andarem a “fazer corridas” com o novo modelo do Chevrolet Corvette, dotado de um 6,2 litros V8 com 495 cv de potência.

Segundo relata o «Automobile», dois engenheiros da GM foram detidos pela Polícia do Kentucky (EUA), no passado dia 8, por excederem os limites de velocidade em Bowling Green numa via com o máximo de 45 mph (cerca de 72 km/h) permitido.

A noticia refere que os dois Chevrolet Corvette Stingray da última geração (C8) foram apanhados a mais de 26 mph (cerca de 41 km/h) para além do limite – o que se traduz numa velocidade de pelo menos 71 mph (cerca de 114 km/h).

Os dois condutores foram detidos por excesso de velocidade, condução perigosa e fazer corridas numa via pública – no caso, Lovers Lane, em Bowling Green, cidade que alberga a fábrica dos carros e o Museu Nacional do Corvette.

A Polícia do Kentucky rebocou os dois Corvette para um parque, onde foram posteriormente levantados “pelo dono”, segundo informaram as autoridades.

Ao «Automobile», a GM foi parca nas palavras: “Temos conhecimento de um incidente envolvendo os nossos veículos de teste e está sob investigação. A segurança mantém-se a nossa prioridade máxima na General Motors. Não temos mais comente+arios a fazer nesta altura.”

  • TEMAS:
  • Corvette

  • General Motors

  • Kentucky

Veja mais