No Dia Internacional da Mulher lembra-se Maria Teresa de Filippis

  • Redação Autoportal
  • 8 mar, 07:30

Italiana foi a primeira mulher a fazer uma corrida do Mundial de F1 pilotando um Maserati

Maria Teresa de Filippis foi a primeira mulher a participar numa corrida do Mundial de Fórmula 1. Foi no GP da Bélgica de 1958, ao volante de um Maserati 250F. Tinha 31 anos.

No Dia Internacional da Mulher, a Maserati lembra a italiana Maria Teresa de Filippis, pela sua paixão, pela sua audácia, pelo respeito que granjeou. E também nós aqui.

PUB

“Eu ou era corajosa, ou imprudente, ou temerária. Chamem-lhe o que quiserem, eu só gostava de ir a toda a velocidade.”

Maria Teresa de Filippis nasceu em Nápoles a 11 de novembro de 1926. Aos 22 anos, entrou a alta velocidade num mundo de homens e participou na sua primeira corrida. Foi nesse ano de 1948 que venceu a sua primeira corrida, os 10 quilómetros entre Salerno e Cava de’ Tirreni na categoria de 500 cc.

Subiu da categoria para os 750 cc e as vitórias continuaram e com o Osca 1.100 cc ganhou mais uma série de provas. Em 1955, passou a correr com um Maserati 2000 A6GCS. Foi segunda classificada com esse carro no campeonato desse ano na classe de 2.000 cc.

PUB

“Um carro poderoso com o qual sentia que podia fazer tudo... e fazia. Pobre carro! Tantos acidentes espetaculares, mas, também, tantas vitórias!”

1958 foi o ano das marcas mais emblemáticas. Com um Maserati 250F privado, a estreia no GP de Siracusa foi rampa de lançamento para um feito inédito: a estreia numa corrida do Mundial de Fórmula 1. Aconteceu no GP da Bélgica de 1958, realizado a 15 de junho.

Depois de o 19.º e penúltimo lugar na qualificação, a italiana terminou a corrida no 10.º lugar sendo a última dos que terminaram a prova e ficando a duas voltas do vencedor: Tony Brooks.

PUB

A marca de Modena lembra que, “capaz de destacar-se num ambiente que era considerado exclusivamente masculino, Maria Teresa de Filippis granjeou o respeito e a estima dos seus adversários levando para a pista os valores que ainda hoje guiam a Maserati: a excelência a elegância e o poder.”

Maria Teresa de Filippis faleceu a 8 de janeiro de 2016, aos 89 anos.

Continuar a ler

RELACIONADOS

Maserati A6G 2000 comemora 70 anos

Maserati celebra a sua história de A a Z em 228 segundos

O dia em que Enzo Ferrari obrigou o presidente italiano a mexer-se por causa do Maserati preferido de Pavarotti

Efeméride: há 60 anos, a Maserati criava o 5000 GT para o Xá da Pérsia

Efeméride: há 90 anos este Maserati batia um recorde a 246 km/h

COMPUTADOR DE BORDO

Saiba como deve circular em rotundas de forma correta

Fique a saber como são as novas cartas de condução

Descontos nas portagens das ex-Scut de Algarve e Interior vão até aos 55%

VEJA MAIS

MAIS LIDAS