PUB

Já experimentámos todas as novidades do recém-chegado Citroën C3

  • Virgílio Machado
Novo Citroën C3 ganha novos argumentos
Citroën C3 está mais confortável e personalizável
Renovado C3 acaba de chegar ao mercado nacional

A Citroën acaba de dar início à comercialização da nova geração do C3 no mercado nacional, que chega mais confortável e personalizável do que nunca.

Com mais de 4,5 milhões de unidade vendidas desde o seu lançamento em 2002, 750.000 dos quais conquistados pela sua 3ª geração, de 2016, o novo Citroën C3 de 2020 surge mais modernizado e enriquecido, permitindo-lhe prosseguir o sucesso assinalável de um citadino que, em 2019, foi o 5º automóvel mais vendido em Portugal em termos absolutos.

O 'restyling' realizado ao C3 deixou este modelo com mais personalidade e conforto, com um design em que o destaque vai para uma frente redesenhada, inspirada no concept Cxperience, com uma nova grelha faróis que passam a ser em Led de série, para além de generosas dimensões das cavas das rodas que destacam o desenho dos guarda-lamas dianteiros e traseiros.

A juntar a estas novidades a Citroën dotou este modelo de jantes de liga leve de 16’’ e 17’’ e redesenhou os ‘Airbumps’, que conferem agora ao C3 uma atitude mais robusta.

Para além disso o conceito da Citroën, ‘Inspired By You’, permite que todos criem o carro à sua imagem e para isso a oferta de personalização do novo C3 estende-se das anteriores 36 combinações a 97 possibilidades.

No interior a renovação do C3 passou pelo aumento do conforto e da conectividade, sendo de destacar a adoção de novos bancos Advanced Comfort e de um apoio de braços para o condutor.

Estes novos bancos generosos - que quase dão a sensação de estarmos nas poltronas de casa - proporcionam maior conforto, já que passam a contar com mãos 15mm de espessura, com um acolchoamento de efeito gráfico e apoio lombar e que são ajustáveis em altura.

O novo C3 passa a dispor de 12 tecnologias de ajuda à condução, onde se destaca a ajuda ao estacionamento dianteiro, acesso e arranque de mãos livres, limitador de velocidade, Active Safety Brake, o reconhecimento de sinais de trânsito ou a comutação automática de máximos, câmara de marcha-atrás ou alerta de atenção de condutor, alerta de transposição de faixa, reconhecimento de sinais ou ajuda ao arranque em subida.

A Citroën reforçou ainda a conectividade do novo C3 que conta com tecnologias Connect Assist (de assistente de emergência/SOS), Connect Nav (de serviços de navegação com serviço TomTom Traffic) e Connect Play com ecrã tátil de 7 polegadas compatível com os sistemas Andoid Auto e Apple CarPlay.

Para além disso a Mirror Screen permite conectar um smartphone e apresentar os conteúdos do seu ecrã no veículo. O condutor passa, assim, a dispor dos seus conteúdos multimédia e utiliza diretamente e facilmente o seu smartphone e aplicações compatíveis a partir do touchscreen. Para garantir a segurança do condutor, apenas ficam acessíveis as funções de condução.

Particularmente ágil graças ao seu diâmetro de viragem de 10,7 m, o novo Citroën C3 tem 3,99 m de comprimento e apresenta-se extremamente compacto, particularmente em áreas urbanas.

Oferecendo um verdadeiro prazer de condução na cidade e com aptidões reais em estrada, o novo C3 adapta-se eficazmente a todas as deslocações de curta ou longa distância.

Todos estes elementos permitem reforçar a comodidade e a vivência a bordo do novo C3, que mantém os 3,99 m de comprimento e os 300 litros de bagageira (na configuração de cinco lugares).

No que toca à cadeia cinemática o novo Citroën C3 mantém a aposta nas três variantes já conhecidas, com duas versões a gasolina e uma Diesel e consumos que variam entre os 4,4 e os 6,8 l/100 km e emissões de CO2 entre os 116 e os 138 g/km.

Assim as versões a gasolina contam com o bloco 1.2 PureTech de 83 cv e 1.2 PureTech de 110 cv, enquanto a variante Diesel dispõe do BlueHDi com 100 cv de potência.

O novo C3 está disponível com caixas de velocidades manuais (CMV de base e CMV6 na versão de maior potência) ou automática de 6 velocidades (EAT6, igualmente para o C3 mais potente).

O primeiro contacto que tivemos com o renovado Citroën C3 aconteceu nos arredores de Madrid, capital espanhola, na apresentação internacional do novo modelo, que nos permitiu assumir os comandos da nova geração do C3 num percurso de 100 km, entre vias rápidas e estradas secundarias, de forma a podermos ficar com as primeiras ilações das alterações efetuadas pela Citroën ao novo modelo.

Assim foi fácil constatar que o renovado C3 é bastante confortável, proporcionando uma boa posição de condução

A versão testada, PureTech 110 com caixa automática de seis velocidades, mostrou-se capaz de responder as solicitações do acelerador, nomeadamente nas ultrapassagens e revelando passagens de caixa bastante suaves.

Em estradas mais sinuosas, o novo C3 mostrou um bom desempenho, nunca colocando em causa o nosso conforto, mesmo nas curvas mais apertadas em que tirávamos partido de uma suspensão focada no conforto e não na dinâmica.

No que toca a preçosa Citroën já fez saber que as versões a gasolina têm um custo compreendido entre os 16.372 euros e os 21.172 euros, enquanto as versões diesel entre os 20.972 euros e os 23.372 euros,

  • TEMAS:
  • Citroën

  • C3

  • Citadino

Veja mais