Fórmula 1 estuda novo formato de Qualificação

  • Redação Autoportal
Fórmula 1 (Lusa)
Fórmula 1 (Lusa)

A definição da grelha de partida para as corridas de Fórmula 1 pode vir a passar por um novo formato da Qualificação já a partir da temporada de  2019.

O atual sistema de Qualificação passa por três sessões, mas numa recente reunião do Grupo de Estratégia da Fórmula 1, foi analisada a possibilidade de se realizarem quatro fases em 2019 sendo eliminados quatro carros na primeira, na segunda e na terceira, deixando apenas oito carros para decidir a pole position na Q4.

A ideia geral é criar uma maior incerteza no resultado da Qualificação, já que os pilotos das equipas da frente teriam de realizar três voltas rápidas e isentas de erros se quisessem chegar à discussão da pole position.

“É uma ideia que surge da Fórmula 1”, disse Charlie Whiting, diretor de corrida. “Eles estão a fazer muitos estudos entre os fãs e sentem que esta é uma das coisas que eles gostariam”.

Entre as alterações sugeridas para esta nova Qualificação está a possibilidade do nono e o 10º classificado passarem a contar com livre escolha de pneus para a corrida, o que significa que menos pilotos do meio de grelha deixavam de estar comprometidos com a possibilidade de uma escolha ‘errada’ de pneus para o início da corrida.

“Sessões ligeiramente mais curtas, com menos intervalos de tempo entre elas, saem quatro na Q1, na Q2 e na Q3 e ficam apenas oito pilotos para lutar pela pole position. Pessoalmente penso que é uma ideia muito boa, mas a decisão não é minha”, acrescentou Charlie Whiting.

Whiting revelou ainda que todos os detalhes deste novo sistema, bem como o impacto na utilização dos pneus são assuntos que tem de ser analisados em próximas reuniões.

Comentários

Veja mais