Moto2: FIM agrava suspensão de Romano Fenati

Romano Fenati
Romano Fenati

A Federação Internacional de Motociclismo (FIM) decidiu agora agravar a suspensão do piloto italiano, Romano Fenati, de duas para seis corridas.

A decisão da FIM foi conhecida após a audição do piloto, que perdeu o lugar na equipa Marinelli Snipers após o seu comportamento durante o GP de San Marino, onde tinha recebido duas corridas de suspensão.

A decisão segue-se a conversas com o piloto e os seus representantes na sede da FIM em Mies, na Suíça, impedindo o corredor de voltar às pistas em 2018, ainda que uma licença para o próximo ano “possa ser emitida dependendo de condições regulamentares”.

Desta forma a Federação Internacional de Motociclismo vem contrariar a posição do diretor-executivo da Dorna, Carmelo Ezpeleta, que desejava ver Fenati regressar no GP do Japão.

De recordar que o piloto italiano de 22 anos carregou no travão da mota do compatriota Stefano Manzi, durante o GP de São Marino, em 09 de setembro, o que culminou no seu despedimento da Marinelli Snipers Team.

Mais tarde, Fenati pediu desculpa por ter “respondido a uma provocação” e por deixar “uma imagem horrível” de si e do desporto.

VEJA TAMBÉM:

Moto2: Romano Fenati mostra atitude irresponsável em Misano

Moto2: Romano Fenati foi suspenso por duas corridas

Moto2: Fenati foi desclassificado, suspenso e agora despedido

Fenati pede desculpa a todos: “Não fui um homem”

Moto2 2019: Fenati é despedido pela segunda vez no mesmo dia

Mãe diz que Fenati “errou” mas está triste com as “ameaças de morte”

Stefano Manzi: “Estou pronto a perdoar a atitude de Romano Fenati”

Comentários

Veja mais