MotoGP: Dani Pedrosa reage às críticas de Alberto Puig

  • Redação Autoportal
Dani Pedrosa
Dani Pedrosa

Dani Pedrosa não gostou de ver o seu antigo diretor na Honda, Alberto Puig, surgir a criticar a ambição do piloto espanhol que deixou o MotoGP no final da última temporada.

Puig que foi empresário de Pedrosa até o final da temporada de 2013, antes de assumir o cargo de conselheiro na Honda HRC e no inicio de 2018 acabou por ser escolhido como diretor da equipa de MotoGP, deixou claro agora que Pedrosa só se pode queixar de si próprio por não ter sido campeão do mundo de MotoGP.

“Para ser um Campeão do Mundo de MotoGP, ele deveria ter feito coisas que não fez. Ninguém dá nada a ninguém na vida. Outros pilotos mostraram que queriam mais do que ele conquistar títulos”, afirmou Puig em entrevista ao jornal espanhol «La Vanguardia».

Pedrosa não perdeu tempo em responder a Puig e através da redes sociais lembrou que o seu antigo diretor mudou de opinião após a sua saída da Honda.

"Sinto muito pela visão e decepção que Alberto Puig mostra sobre os meus resultados. Acho no entanto curioso que duvide que um piloto quer ser campeão, não é algo que se possa esperar de alguém com quem trabalhamos neste desporto”, sublinhou o piloto espanhol.

Para Dani Pedrosa, Alberto Puig deveria ter revelado outro tipo de atitude. "Teria sido mais correto que todo este ressentimento me fosse revelado pessoalmente durante o tempo que ele passou comigo ao longo deste ano, em vez de esperar que eu saísse da equipa. Não estou interessado em polémica e penso que ele deve deixar quem não fala mal dele em paz”, acrescentou o piloto espanhol.

Recorde-se que Dani Pedrosa deixou o MotoGP no final da última temporada e vai assumir o papel de piloto de testes da KTM em 2019. O seu lugar na Honda foi ocupado por Jorge Lorenzo.

Comentários

Veja mais