GP da Rússia: Bottas tem a pole e a Mercedes supera a Ferrari

Valtteri Bottas (Reuters)
Valtteri Bottas (Reuters)

A Qualificação para o GP da Rússia acabou por confirmar o domínio da Mercedes revelado ao longo dos treinos livres, com a surpresas a surgir por Valtteri Bottas a garantir a pole position, mostrando que se dá bem com os ares da Rússia, depois de tem vencido o GP da Rússia em 2017.

O primeiro ataque desta Q3 foi feito pelo finlandês da Mercedes que na primeira saída rodou logo em 1m31,528s, e batendo Lewis Hamilton por 0,004s enquanto o melhor dos Ferrari foi Sebastian Vettel a 0,638s de Bottas.

Com os Ferrari a revelar dificuldades para baterem os Mercedes, na segundo saída os pilotos da equipa de Brackley, voltaram a mostrar que estão um degrau acima da concorrência neste fim de semana de Sochi e Bottas melhorou o seu tempo ao rodar 1m31387s, enquanto Hamilton, confirmou a ´maldição´de Sochi, que quem faz o melhor tempo da Q2 não consegue garantir a pole position.

O piloto britânico cometeu alguns erros na última volta da Qualificação acabando por segurar o segundo lugar da grelha de partida a 0,145s da pole do seu companheiro de equipa.

A segunda linha da grelha será ocupada pelos dois Ferrari, que não conseguiram encontrar a solução para se aproximarem dos Mercedes, com Vettel a sair do terceiro lugar depois de ter concluído a Qualificação a 0,556s de Bottas e na frente e Kimi Raikkonen que terminou a Q3 a 0,850s da pole position.

Nota ainda para Kevin Magnussen (Haas) que foi o melhor dos outros ao garantir o quinto lugar na grelha de partida na frente de Esteban Ocon (Racing Point Force India) que vai largar do sexto lugar.

Charles Leclerc (Sauber), Sergio Perez  (Racing Point Force India), Romain Grosjean (Toro Rosso) e Marcus Ericsson (Sauber) fecharam o top 10 da Qualificação para o GP da Rússia que terá lugar no domingo.

Qualificação para o GP da Rússia de F1:

Comentários

Veja mais