Niki Lauda já deixou o hospital

  • Redação Autoportal
Niki Lauda (Reuters)
Niki Lauda (Reuters)

Niki Lauda deixou esta quarta-feira o Hospital de Viana, na Áustria, onde estava internado, apesar de “ainda se encontrar em regime intensivo de recuperação”, depois de ter sido sujeito no início de agosto a um transplante pulmonar.

Lauda que continua ligado à Fórmula 1, como presidente não-executivo da Mercedes, da qual detém 10% das ações, vai continuar o processo de reabilitação, segundo anunciou o hospital em comunicado.

Recorde-se que o tricampeão do mundo de Fórmula 1 de 69 anos de idade estava em Ibiza, em Espanha, quando foi transferido para Viena, com queixas físicas, acabando por ter de ser operado devido a problemas pulmonares graves, que culminaram no transplante.

Em agosto de 1976, o austríaco sofreu um acidente grave no circuito alemão de Nürburgring, ao perder o controlo do seu Ferrari, que se incendiou e deixou o piloto com graves queimaduras e em risco de vida.

O acidente deixou marcas físicas em Lauda e o antigo piloto teve alguns problemas de saúde que levaram, anos mais tarde, a ser transplantando em ambos os rins.

Comentários

Veja mais