Toto Wolff: "A saída de Raikkonen da Ferrari é um golpe forte para a F1"

  • Redação Autoportal
Kimi Raikkonen (Reuters)
Kimi Raikkonen (Reuters)

Responsável da Mercedes defende que a Fórmula 1 fica a perder com a saída de Kimi Raikkonen da Ferrari para a Sauber

A saída de Kimi Raikkonen da Ferrari para a Sauber é vista pelo responsável pela equipa da Mercedes, Toto Wolff, como um forte “golpe” para a F1.

Wolff acredita que a F1 vai pagar um preço elevado por não poder contar com Raikkonen na luta pelos lugares da frente. “Acho que não vai ser bom para a F1 que Kimi não esteja numa equipa como a Ferrari, com  um carro que seja capaz de vencer corridas. É um golpe forte para a Fórmula 1”, revelou Toto Wolff  em entrevista ao «Motorsport.com».

Para o responsável pela Mercedes Kimi Raikkonen é um tipo de piloto que agrada aos fãs. “É um piloto com os seus valores e que é autentico e é disso que os fãs gostam. Por isso é que defendo que a saída dele da Ferrari é um golpe forte para todos na F1”, acrescentou Toto Wolff.

VEJA TAMBÉM:

  • TEMAS:
  • Fórmula 1

  • Toto Wolff

  • Kimi Raikkonen

Veja mais