Jorge Lorenzo: “Estive muito perto de deixar o MotoGP”

Jorge Lorenzo (Lusa)
Jorge Lorenzo (Lusa)

Piloto espanhol passou por um período complicado na Ducati e reconhece que a equipa já não acreditava nele

Jorge Lorenzo confessou agora que a passagem pela Ducati nos últimos dois anos não foi fácil e que esteve muito perto de parar de correr antes de começar a conseguir bons resultados na última temporada e assinar pela Honda.

O tricampeão de MotoGP admitiu em entrevista à «BT Sport» que sabia que os resultados positivos estavam próximos, mas sentiu alguma falta de confiança.

“Foi muito difícil mentalmente para mim porque estava a trabalhar e a treinar mais do que nunca mas os resultados não apareciam. Sabia o que estava a acontecer e sabia que estávamos muito perto de conseguir os bons resultados e as vitórias. Mas as pessoas não acreditavam porque estive na Ducati durante ano e meio e não obtive qualquer vitória. Mas vi que estávamos muito próximos porque liderava no início durante cinco a dez voltas mas acabava por nos faltar algo. E sabia o que nos faltava, mas a equipa provavelmente já não acreditava mais em mim e por isso estive muito perto de deixar o MotoGP”, afirmou Lorenzo em entrevista à «BT Sport».

Quanto ao futuro na Honda, Lorenzo deixou claro que quer lutar pela conquista do título. “Vou dar o meu melhor para alcançar o sexto título de campeão do Mundo. Obviamente que não será fácil”, sublinhou Jorge Lorenzo

VEJA TAMBÉM:

  • TEMAS:
  • MotoGP

  • Jorge Lorenzo

  • Honda

Veja mais