Rali de Marrocos: Paulo Gonçalves sofre uma queda e atrasa-se na corrida pelo título

Paulo Gonçalves (Honda)
Paulo Gonçalves (Honda)

Uma queda sofrida no domingo na primeira parte da terceira etapa do rali de Marrocos em todo-o-terreno atrasou o português Paulo Gonçalves (Honda), que baixou ao sétimo lugar da classificação das motas.

"Foi um mau dia. Caí antes do reabastecimento e depois fui mais calmo, com alguns problemas físicos e na mota. Esta era a primeira parte de uma etapa maratona, sem assistência. Agora, o objetivo é chegar a Fés sem mais problemas", afirmou à agência Lusa o piloto de Esposende, que ficou com dores nas costas e numa mão.

Gonçalves terminou a terceira tirada, na região de Erfoud, com 305 quilómetros, no 14.º lugar, a 27.48 minutos do vencedor, o britânico Sam Sunderland. O outro português em prova, Mário Patrão (KTM), foi 13.º, a 25.17 minutos de Sunderland.

Na classificação geral, o austríaco Mathias Walkner (KTM) é o novo líder. Paulo Gonçalves baixou ao sétimo lugar, a 39.23 minutos, enquanto Mário Patrão é 14.º, a 1h30m55s.

Nos automóveis, o português Alejandro Martins, que faz dupla com Manuel Porém num Toyota, foi nono na etapa de domingo, que teve como vencedor Jakub Przygonski (Mini) e subiu ao oitavo lugar da geral, a 1h34zm36s do líder, Nasser Al-Attiyah (Toyota).

"Já sabíamos que ia ser uma etapa muito complicada pelo facto de quase toda ela ter sido disputada nas dunas. O pior foi que o Manuel teve um problema alimentar que limitou a sua prestação. Foi necessário um esforço enorme manter a concentração nestas condições e por isso estou ainda mais satisfeito pelo resultado conseguido”, referiu Alejandro Martins no final desta terceira etapa.

Entre as SSV, o melhor português continua a ser Luís Portela Morais, acompanhado por David Megre. Na etapa de domingo terminaram na terceira posição, a 6.34 minutos do vencedor, o russo Sergei Kariakin.

Mário Ferreira foi oitavo, André Villas Boas o 14.º. Portela de Morais é agora quinto da geral, a 20.24 minutos de Kariakin. Mário Ferreira é oitavo, a 2h17m52s e Villas Boas o 11.º, a 7h51m48s.

 

Comentários

Veja mais