GP da Austrália: Miguel Oliveira faz o sexto tempo do primeiro dia

Miguel Oliveira (Reuters)
Miguel Oliveira (Reuters)

Miguel Oliveira arrancou para o GP da Austrália de Moto2 com o sexto melhor tempo do primeiro dia de Treinos Livres. O piloto português da KTM Ajo rodou na pista de Phillip Island em 1m34.087s ficando a 0.386s do seu companheiro de equipa Brad Binder (1m33.701s) que liderou a tabela de tempos combinados.

Oliveira realizou o seu melhor tempo deste primeiro dia do GP da Austrália na segunda sessão de Treinos Livres, numa sessão que foi mais rápida do que a precedente e onde Francesco Bagnaia – o líder do Mundial com mais 37 pontos do que o piloto português – fez o quarto registo, a 0.365s de Binder, acabando com o quinto melhor tempo do dia.

Uma segunda sessão de Treinos Livres que ficou marcada por um elevado número de quedas, apesar do piso seco e do bom tempo em Phillip Island, e onde Iker Lecuona registou uma queda bastante violenta na curva 1, que deixou a sua moto muito mal tratada.

Já a primeira sessão desta sexta-feira (madrugada em Portugal) ficou marcada por um atraso de mais de duas horas na programação inicial, depois da sessão de Moto3 ter sido interrompida com uma bandeira vermelha devido a óleo na pista derramado pela moto de Stefano Nepa, que levou cerca de duas horas a limpar e atrasou todo o programa deste primeiro dia do GP da Austrália.

Na primeira sessão de Treinos Livres, Miguel Oliveira tinha feito o quinto melhor tempo ao rodar em 1m34,336s a 0.548s de Marcel Schrotter que foi o mais rápido, numa sessão em que Bagnaia realizou o quarto tempo a 0,497s do topo da tabela de tempos.

Tempos combinados desta sexta-feira:

Comentários

Veja mais