Miguel Oliveira: “A meio da corrida não pensei que pudesse ganhar”

  • Redação Autoportal
V?DEO: Miguel Oliveira vence Grande Prémio da República Checa em Moto2

O piloto português Miguel Oliveira, aos comandos de uma KTM, venceu este domingo o GP da República Checa de Moto2, e assumiu a liderança do Mundial da categoria após dez provas.

No circuito de Brno, Oliveira obteve a sua segunda vitória esta época, depois do triunfo no GP Itália, e assumiu o comando do Mundial com 166 pontos, mais dois do que o italiano Francesco Bagnaia (Kalex), que terminou a corrida em terceiro.

O piloto de Almada assegurou o triunfo na última volta das 19 voltas, em luta direta com o italiano Luca Marini (Kalex), que subiu à segunda posição do pódio, cortando a meta a 70 milésimos do português e à frente do compatriota Francesco Bagnaia, que chegou meio segundo depois.

"Foi muito duro. A meio da corrida não pensei que pudesse ganhar. Quando liderei, tive dificuldade em segurar a frente. Na parte final, sabia que tudo ia decidir-se na última volta, nas últimas curvas. Estava sempre à espera que surgisse alguém de qualquer lado. Sentia-me no meio de uma sanduíche italiana, ou melhor, numa pizza. Acabámos na frente, estou muito contente pela equipa", afirmou Miguel Oliveira.

O piloto português subiu pela sexta vez ao pódio nesta temporada, contabilizando duas vitórias, dois segundos lugares e dois terceiros. "Sou líder neste momento, é uma posição em que nunca estive, mas já estive a lutar por ela, portanto estou muito confortável neste momento, a seguir nesta linha", afirmou o português, de 23 anos, após o seu segundo triunfo da temporada no Mundial de Moto2.

"O nosso objetivo, como equipa, é continuar a divertirmo-nos com estas corridas, fazer um bom trabalho. Sabemos que a mota não é perfeita, mas estamos a trabalhar nisso. Vamos tentar que este sonho de todos seja um objetivo e se torne realidade em breve", acrescentou Oliveira.

A 11.ª das 19 provas é Grande Prémio da Áustria, que se realiza em 12 de agosto na 'casa' da equipa de Miguel Oliveira, o Red Bull Ring, em Spielberg.

VEJA TAMBÉM:

Comentários

Veja mais