Romano Fenati vai a tribunal por tentativa de violência privada

Romano Fenati
Romano Fenati

Romano Fenati está agora a ser investigado por tentativa de violência privada pelo Ministério Público da cidade italiana de Rimi.

O piloto italiano vai ter comparecer perante o tribunal no final de outubro para responder às acusações de violência na sequência do incidente que protagonizou no último GP de São Marino de Moto2, ao puxar o travão da moto de Stefano Manzi em plena reta da meta.

A investigação ao comportamento de Fenati terá em conta as imagens que foram solicitadas pelas autoridades italianas ao circuito de Misano para analisar o incidente. Neste momento o Ministério Público de Rimi descarta a possibilidade de uma acusação de tentativa de homicídio.

Recorde-se que Fenati, depois de despedido da sua equipa e de ver o contrato com a MV Agusta para 2019 ser anulado, na sequência da sua atitude com Stefano Manzi, foi sancionada pela Federação Internacional de Motociclismo com seis provas de suspensão e pela Federação Italiana, que lhe retirou a licença desportiva e anunciou a abertura de novas investigações dentro de dois meses.

VEJA TAMBÉM:

Moto2: Romano Fenati mostra atitude irresponsável em Misano

Moto2: Romano Fenati foi suspenso por duas corridas

Moto2: Fenati foi desclassificado, suspenso e agora despedido

Fenati pede desculpa a todos: “Não fui um homem”

Moto2 2019: Fenati é despedido pela segunda vez no mesmo dia

Mãe diz que Fenati “errou” mas está triste com as “ameaças de morte”

Stefano Manzi: “Estou pronto a perdoar a atitude de Romano Fenati”

Comentários

Veja mais