Condenado o condutor que atropelou mortalmente Nicky Hayden

  • Redação Autoportal
Nicky Hayden (Reuters)
Nicky Hayden (Reuters)

O condutor Italiano de 31 anos de idade, que em maio de 2017 atropelou mortalmente campeão do mundo de MotoGP de 2006, Nicky Hayden, foi esta quarta-feira condenado a um ano de cadeia com pena suspensa, ao pagamento das despesas do processo e ficou sem carta de condução.

O Ministério Público italiano tinha pedido uma pena de um a dois anos de cadeia, depois de ter verificado que o condutor seguia a 70 km/h numa estrada onde o limite era 50 km/h quando se verificou o acidente, alegando que  se o carro estivesse a circular a 50 km/h, "o acidente tinha sido evitado por completo".

No entanto a defesa do condutor alegou que Hayden que circulava de bicicleta não respeitou a sinalização de parar no cruzamento.

A família de Nicky Hayden não esteve presente no julgamento e tinha pedido uma indemnização de 6 milhões de euros pela morte do piloto norte-americano.

VEJA TAMBÉM:

Comentários

Veja mais