Maverick Viñales: "O GP de Aragão foi a pior corrida que fiz"

  • Redação Autoportal
Maverick Viñales - Misano
Maverick Viñales - Misano

Vai de mal a pior a vida dos pilotos da Yamaha no Campeonato do Mundo de MotoGP, onde estabeleceram um novo recorde pessoal negativo de 23 corridas consecutivas na categoria sem uma vitória.

A falta de competitividade da M1 voltou a ser revelada no GP Aragão no último fim de semana e Maverick Vinales era o espelho da desilusão, apesar dos testes privados realizados pela Yamaha em Misano e Aragão nas últimas semanas, que não conseguiram inverter a tendência de maus resultados.

"Perdemos todos os nossos objetivos, não sabemos o que fazer. O sentimento com a moto é muito mau e eu só espero acabar com esta situação rapidamente. Tenho zero motivação e zero expectativas para o que falta do campeonato", sublinhou o piloto espanhol aos jornalistas após a corrida de Aragão.

Viñales não tem duvidas de que a 14.ª ronda da temporada foi “a pior corrida que fiz na Yamaha e a pior época da moto. Na corrida estive a lutar por uma posição com motos que não eram de fábrica e que estavam mais rápidas. Não consigo pensar que posso estar na luta para vencer uma corrida, porque temos de trabalhar para fazer algo para que a moto fique melhor do que está”, sublinhou Viñales.

Recorde-se que Maverick Viñales terminou o GP de Aragão na 10.ª posição a 22,457s do vencedor, depois de ter largado para a corrida do 14.º lugar da grelha de partida.

Comentários

Veja mais