MotoGP: Iannone perde recurso e é punido com suspensão de quatro anos | AUTOPORTAL
PUB

MotoGP: Iannone perde recurso e é punido com suspensão de quatro anos

  • Redação Autoportal
Aprilia MotoGP
Aprilia MotoGP
Tribunal Arbitral do Desporto deu seguimento ao pedido da Agência Mundal Antidopagem

Andrea Iannone perdeu o recurso no Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) em relação ao caso de doping em que se viu envolvido e o piloto italiano de MotoGP acabou por ser suspenso por quatro anos.

Iannone foi suspenso pela federação Internacional de Motociclismo (FIM) por 18 meses depois de ter acusado positivo para o anabolizante Drostanolone num controlo antidoping no GP da Malásia de 3 de novembro de 2019. O piloto italiano recorreu então da suspensão para o TAS alegando que tinha comido carne contaminada.

Mas a par do recurso de Iannone, também a Agência Mundial Antidopagem (AMA) recorreu da suspensão aplicada pela FIM pedindo uma sanção de quatro anos. O TAS considerou que o piloto de 30 anos não conseguiu fazer prova das suas alegações anulando a suspensão da FIM e dando seguimento ao pedido da AMA.

Andrea Iannone foi assim condenado, como relata o site do MotoGP, a uma suspensão da atividade de quatro anos a contar de 17 de dezembro de 2019 com o piloto da Aprilia a perder todos os resultados e prémios obtidos desde 1 de novembro e 1019.

  • TEMAS:
  • Andrea Iannone

  • MotoGP

  • Doping

Veja mais