Félix da Costa: “Não há impossíveis, vou entrar ao ataque”

  • Redação Autoportal
António Félix da Costa (BMW)
António Félix da Costa (BMW)
Mundial de Fórmula E termina neste fim de semana em Nova Iorque

António Félix da Costa vai para a ronda dupla que fecha o Mundial de Fórmula E a 48 pontos do primeiro lugar e o piloto português da BMW lançou o ePrix de Nova Iorque com promessas de entrar ao ataque por acreditar que tudo é ainda possível no campeonato.

"No automobilismo e no desporto em geral não há impossíveis. Sei que a tarefa é bastante complicada, mas não desisto e vamos entrar em pista ao ataque, prontos para arriscar e colocar pressão nos meus adversários", comentou Félix da Costa, em declarações divulgadas pela sua assessoria de imprensa, conforme escreve a Lusa.

As duas últimas corridas (no sábado e no domingo) vão realizar-se nas ruas de Brooklyn, num “circuito que as equipas e os pilotos já conhecem”. Félix da Costa aponta, no entanto, que vão percorrê-lo pela primeira com o carro de segunda geração da FE e que “a gestão de energia e de temperaturas será um grande desafio”.

“Continuo no grupo 1 da qualificação, o que naturalmente não joga a meu favor (…)”, lamenta o piloto português, mas nem isso lhe retira a ambição e a vontade de lutar: “Vamos entrar em pista ao ataque, a pressão está do lado dos meus adversários, eu não tenho nada a perder nesta luta, portanto vou arriscar e no final logo faremos contas."

Com as duas corridas de Nova Iorque por disputar, o Mundial de FE é liderado por Jean-Éric-Vergne (DS), com 130 pontos. Lucas Di Grassi (Audi) é o segundo (98), Mitch Evans (Jaguar) é o terceiro (87), André Lotterer (DS) é o quarti (86) e Félix da Costa é o quinto (82).

  • TEMAS:
  • António Félix da Costa

  • Fórmula E

  • EPrix Nova Iorque

Veja mais